Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

O papel do presidente do PSDB na coordenação da campanha de João Doria

Bruno Araújo tem dito a tucanos que assumiu a coordenação da campanha de João Doria para assegurar a candidatura de Rodrigo Garcia em SP

atualizado 21/02/2022 22:16

Doria_Bruno Araujo Marcelo Montanini/Metrópoles

O presidente do PSDB, Bruno Araújo, afirmou a alguns tucanos que aceitou o cargo de coordenador da candidatura de João Doria à Presidência para garantir a entrada de Rodrigo Garcia na eleição para o governo de São Paulo.

Araújo comentou com os colegas de partido que a sua presença no posto é um seguro para dar continuidade ao projeto de Doria e, consequentemente, fazer com que Garcia assuma o cargo de governador em abril.

Por ser o presidente do PSDB, Araújo acredita que sua atuação direta na campanha de Doria dá peso institucional à candidatura e blinda o governador de São Paulo das movimentações de tucanos que tentam derrubar o projeto.

Para se candidatar ao Planalto, Doria terá de renunciar ao governo estadual até o dia 2 de abril. A expectativa dentro do PSDB é de que Garcia crescerá nas pesquisas quando sentar na cadeira em São Paulo. Uma eventual permanência de Doria, portanto, seria um golpe fatal para a candidatura de Garcia.

Todos os tucanos que circundam Doria garantem que é “zero” a chance de ele não levar o projeto presidencial até o fim.

O convite para Araújo ser o coordenador da campanha foi feito por Doria após as caóticas prévias do PSDB. Foi uma forma de tentar apaziguar o partido após o racha provocado pela disputa com Eduardo Leite.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
Publicidade do parceiro Metrópoles 6
0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna