Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto e Eduardo Barretto

O argumento de Crivella para não ser candidato à Câmara dos Deputados

Ex-prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella diverge da cúpula do Republicanos e mira disputa ao governo estadual ou ao Senado

atualizado 29/07/2022 8:41

Pedro França/Agência Senado

A cúpula do Republicanos tenta convencer Marcelo Crivella a disputar a eleição como deputado federal. A expectativa dos dirigentes é que, como puxador de votos, o ex-prefeito ajudaria a turbinar a bancada em Brasília. Eleger um número expressivo de deputados é importante porque garante uma maior fatia do fundo eleitoral ao partido.

Crivella, no entanto, argumenta que disputar o cargo proporcional não seria vantajoso para a legenda. O ex-prefeito diz que, se concorrer a deputado, vai acabar concentrando votos da Igreja Universal que iriam para outros postulantes do partido, como Rosângela Gomes e Jorge Braz. Ou seja, não surtiria o efeito esperado pelo Republicanos.

O ex-prefeito tenta, assim, convencer o partido a disputar a eleição ao governo do Rio de Janeiro ou ao Senado. Ele alega que, dessa forma, disputando um cargo majoritário, ajudaria o Republicanos a obter voto em legenda.

Aliada do atual governador Cláudio Castro, a cúpula do Republicanos considera inviável que Crivella dispute o Palácio Guanabara, tornando o Senado uma possibilidade um pouco mais concreta. Mesmo assim, os dirigentes argumentam que Jair Bolsonaro, que poderia ser o maior cabo eleitoral de Crivella, apoiará o senador Romário, do PL de Bolsonaro, no pleito.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
0

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna