Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Ministro da Educação analisa licença com Bolsonaro e sub deve assumir

Milton Ribeiro discutiu com Bolsonaro uma licença do cargo de ministro para se defender das acusações de propina

atualizado 28/03/2022 11:43

Milton RibeiroVinicius Schmidt/Metrópoles

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, discutiu no fim de semana com Jair Bolsonaro sua licença da pasta, para se defender das acusações de participação em propina. Bolsonaro deseja esse cenário, embora siga dizendo ter convicção da inocência de Ribeiro.

Na solução desenhada entre o ministro e o presidente, o secretário-executivo e número dois na hierarquia da pasta, Victor Godoy Veiga, deve assumir interinamente o MEC.

Seria o quinto ministro da Educação de Bolsonaro e ficaria até Ribeiro provar sua inocência. Isso, claro, se Ribeiro provar sua inocência.

0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna