Com Eduardo Barretto (interino), Bruna Lima, Eduardo Ghirotto e Paulo Cappelli

Justiça condena médico Abib Maldaun Neto a 18 anos por abusos sexuais

Maldaun Neto, que está preso há mais de um ano, foi condenado por abusar sexualmente de mulheres numa clínica em São Paulo

atualizado 20/01/2022 14:07

O nutrólogo Abib Maldaun NetoReprodução

A Justiça de São Paulo condenou o nutrólogo Abib Maldaun Neto a 18 anos e seis meses de prisão por abusos sexuais praticados contra pacientes mulheres na clínica que o médico mantinha nos Jardins, bairro nobre de São Paulo.

A condenação foi divulgada nesta quinta-feira (20/1). Cabe recurso contra a decisão.

Maldaun Neto estava preso preventivamente desde dezembro de 2020. O nutrólogo era acusado de ter abusado 15 vezes de uma mesma mulher durante consultas na clínica. Ele também respondia por abusos sexuais contra outras oito mulheres diferentes.

Maldaun Neto era um médico famoso entre celebridades e políticos de São Paulo. Ele já tinha sido condenado em segunda instância, em julho de 2020, em outro processo de abuso sexual.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna