Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Eduardo Bolsonaro e Carla Zambelli terão carta branca com ida ao PP

Integrantes do diretório paulista trabalham com a possibilidade de os deputados filiarem quem eles bem entenderem para a eleição de 2022

atualizado 14/10/2021 8:49

Carla Zambelli e Eduardo BolsonaroMontagem com fotos de Cleia Viana/Câmara dos Deputados e Alan Santos/PR

Dois dos bolsonaristas com maior potencial de voto para a Câmara dos Deputados em 2022, Eduardo Bolsonaro e Carla Zambelli receberão carta branca para desembarcar no Progressistas com todos os seus afiliados políticos a tiracolo.

O diretório paulista do Progressistas trabalhava na construção de cenários e estratégias para a próxima eleição, mas congelou todos os planos quando a filiação de Jair Bolsonaro à sigla tomou corpo. Tudo está em stand by à espera da decisão do presidente.

Integrantes do Progressistas de São Paulo afirmam que Eduardo e Carla não encontrarão nenhum impedimento para transformar aliados em candidatos pelo partido. Eduardo conta com uma série de apadrinhados no estado, entre eles os deputados estaduais Gil Diniz e Douglas Garcia e os vereadores Paulo Chuchu e Sonaira Fernandes.

Já Carla Zambelli manifestou o desejo de ajudar o secretário da Cultura, Mário Frias, a se eleger deputado federal em 2022.

Ciro Nogueira, o principal cacique do Progressistas, já tinha avisado o diretório de São Paulo que Bolsonaro quer o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, concorrendo ao Senado no estado. Bolsonaro afirmou à direção do partido que, se confirmar a filiação, fará questão de indicar todos os candidatos da sigla ao Senado.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna