Filiação de Bolsonaro ao PP está 90% certa, diz presidente da sigla

À coluna, André Fufuca afirmou que todos os filiados terão de apoiar a reeleição do presidente da República em 2022, caso ele se filie mesmo

atualizado 05/10/2021 15:12

Jair Bolsonaro e Ciro NogueiraMarcos Corrêa/PR

Presidente interino do Progressistas, o deputado federal André Fufuca (MA) afirmou à coluna, nesta terça-feira (5/10), que a filiação do presidente Jair Bolsonaro ao partido está “90%” acertada.

“As conversas estão boas, está avançado bem. Muito poucos estados são contra, mas nada demais”, disse Fufuca, que assumiu o comando da sigla em agosto, após Ciro Nogueira assumir a Casa Civil do governo Bolsonaro.

O deputado ressaltou que, caso Bolsonaro se filie mesmo, todos os integrantes do PP terão que apoiar a reeleição dele ao Palácio do Planalto em 2022. Inclusive filiados do Nordeste, os que mais resistem à entrada do presidente.

“Estaremos 100% alinhados com ele. Todo mundo vai ter que apoiar”, afirmou o dirigente, acrescentando que essas questões já estão sendo discutidas com os diretórios estaduais contrários à filiação de Bolsonaro.

Exigências

Segundo Fufuca o presidente da República não exigiu o comando da sigla para se filiar, como fez com o PSL em 2018. A única exigência teria sido o direito de escolher candidatos ao Senado em alguns estados.

Como a coluna antecipou na quarta-feira (29/9), Ciro Nogueira começou, ainda na semana retrasada, a sondar oficialmente filiados do Progressistas sobre a entrada de Bolsonaro no partido.

Últimas notícias