Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Bolsonaro repetiu para o PP exigência de escolher candidatos ao Senado

Assim como fez com o PTB, o presidente disse a Ciro Nogueira que só se filiaria ao PP se tivesse autonomia para apontar os candidatos

atualizado 10/10/2021 0:30

Alan Santos/PR

Jair Bolsonaro repetiu nas conversas com o Progressistas a exigência para indicar todos os candidatos do partido ao Senado. O presidente manifestou o mesmo interesse quando recebeu uma oferta para se filiar ao PTB.

O ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, comentou sobre a imposição de Bolsonaro durante uma conversa com interlocutores do diretório paulista do PP. A conversa ocorreu há duas semanas.

Segundo o relato de Ciro, o presidente deixou claro que lançará o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, na disputa pelo Senado em São Paulo. Até então, Tarcísio vinha sendo cogitado como provável candidato ao governo do estado.

O relato não causou surpresa, mas deixou os integrantes do diretório paulista com dúvidas sobre como será feita a articulação para viabilizar o ministro. Comenta-se que seria inusitado, no mínimo, se Tarcísio fosse um candidato avulso ao Senado, fora de uma chapa de governador e com apoio apenas do presidente.

O pedido para ter autonomia sobre as candidaturas se justifica porque o presidente empilhou derrotas no Senado ao longo do mandato. Bolsonaro tem dito que foi um erro não ter dado prioridade à eleição de senadores em 2018.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna