Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Contra rebeliões, Lula controlará poder decisório de diretórios do PT

Nas eleições municipais de 2020, o PT teve de lidar com um de partido desunido

atualizado 07/08/2021 21:48

Lula durante reunião em hotel no Rio com lideranças de comunidades carentesAline Massuca/Metropoles - 12/6/2021

Interlocutores do ex-presidente Lula dizem que um dos pontos a serem tratados na reunião marcada para a segunda-feira (9/8) será a subordinação dos diretórios estaduais às decisões tomadas pela Executiva Nacional do PT.

Aglutinar o poder decisório no comando do partido foi a forma que Lula encontrou para evitar rebeliões internas na sigla. Nas eleições municipais de 2020, o PT teve de lidar com a pecha de partido desunido em função dos conflitos que surgiram em diversos estados. Cizânias foram registradas em Pernambuco, Ceará e São Paulo.

Ao que parece, a maioria dos dirigentes estaduais concordou com a decisão.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna