Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Jornais britânicos atualizam estado de saúde da rainha Elizabeth II

A monarca de 96 anos tem enfrentado uma série de problemas de saúde nos últimos meses

atualizado 09/08/2022 12:02

Foto colorida. Mulher idosa com roupas azuisMax Mumby/Indigo/Getty Images

O cancelamento das boas-vindas à rainha Elizabeth II no Castelo de Balmoral deixou os súditos em alerta. Afinal, a majestade britânica está com 96 anos e tem enfrentado uma série de problemas de saúde nos últimos meses. Ela deveria cumprimentar os admiradores com uma aparição nos portões do palácio escocês. Entretanto, a cerimônia foi trocada por um “pequeno evento privado”. Segundo o portal The Mirror, a mudança de planos ocorreu devido ao cansaço e à dificuldade de mobilidade por parte da soberana.

A rainha seria recepcionada pelos súditos nesta terça-feira (9/8). A cerimônia costuma marcar o início das férias de verão de Elizabeth. O compromisso estava confirmado até poucos dias atrás. Com exceção da pandemia do coronavírus, é a primeira vez em décadas que a monarca se ausenta do tradicional evento no Castelo de Balmoral. “É algo que sua majestade realmente gosta, sendo capaz de saudar os moradores que viajam para vê-la”, explicou uma fonte ao tabloide.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
0

Conforme revelou um informante do Palácio de Buckingham à emissora Sky News, o protocolo precisou ser alterado em prol do bem-estar de Betinha — nome carinhoso dado pelos brasileiros à rainha do Reino Unido. “Essa é a mudança de acordo com os eventos sendo adaptados para o conforto de sua majestade”, destacou. Vale ressaltar que Elizabeth sofre com problemas de mobilidade desde outubro, mês em que passou a usar uma bengala e ficou uma madrugada internada.

Ao tabloide The Mirror, outros mensageiros garantiram que a mudança de planos no evento do Castelo de Balmoral é “um sinal do que está por vir”. No início do ano, a soberana testou positivo para a Covid-19. Meses antes, também sofreu uma torção na coluna. Desde então, está muito debilitada.

A dificuldade de Elizabeth em andar modificou importantes eventos, como o tributo ao príncipe Philip na Abadia de Westminster, em março. A fim de evitar o desgaste da majestade, o culto religioso deveria durar uma hora, mas foi reduzido para 40 minutos. A imprensa especulou a ausência dela na homenagem ao falecido marido. Entretanto, a soberana estava “determinada como nunca”, alegou um mensageiro ao portal Express.

Foto colorida. Rainha Elizabeth em pé. Ela está com uma roupa verde
A cerimônia foi reduzida de uma hora para 40 minutos por conta da rainha

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Mais lidas
Últimas notícias