Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

CEO da Netflix dá detalhes do acordo milionário com Meghan Markle e Harry

Avaliado em US$ 150 milhões, o contrato com os duques de Sussex envolve a produção de documentários, séries, filmes e programas infantis

atualizado 12/09/2020 11:21

Príncipe Harry e Meghan MarkleKarwai Tang/WireImage/Getty Images

“A divulgação está pesadíssima”. O trocadilho brasileiro pode muito bem servir ao burburinho em torno do contrato multimilionário do príncipe Harry e de Meghan Markle com a Netflix. Além dos fãs, quem está ansioso pelo início dos trabalhos dos duques de Sussex é o CEO da gigante de streaming, Reed Hastings. Em êxtase pela parceria, o presidente e cofundador da empresa rasgou elogios aos novos colaboradores e revelou mais detalhes do acordo em uma entrevista ao canal de notícias de negócios CNBC.

Na participação no programa Squawk Box, da CNBC, Hastings deu a entender que algumas produções desenvolvidas pelo casal real estrearão já em 2021. “Acho que será um dos conteúdos mais empolgantes e mais vistos do próximo ano”, disse. Na avaliação do empresário, os duques de Sussex surpreenderão ao fornecer um “entretenimento épico”.

Animado com a parceria, o CEO elogiou Harry e Meghan por não aceitarem as primeiras ofertas de trabalho que apareceram. “Eles são espertos, estavam procurando por todas as grandes empresas e acho que realmente criamos o melhor pacote completo e vamos fazer uma ampla variedade de entretenimento com eles”.

Reed Hastings
Reed Hastings

Segundo uma fonte próxima ao casal, Harry e Meghan ganharam US$ 150 milhões (o equivalente a R$ 797 milhões) ao assinarem o contrato de vários anos com a Netflix. Os pais de Archie deverão ser às mentes por trás de diversos conteúdos, como documentários, séries, filmes e programas infantis. As produções contarão com o selo da empresa de streaming e da produtora dos duques de Sussex, ainda sem nome.

Antes de casar-se com o príncipe Harry, Meghan protagonizava o seriado Suits. Na nova empreitada, a ex-atriz hollywoodiana ficará atrás das câmeras, assim como o marido, de acordo com Reed Hastings: “O foco real para eles é ser produtores e construir essa capacidade de produção. Esse é o ponto principal. Vamos trabalhar com eles nessa base”. O cofundador da Netflix ainda acrescentou que os duques de Sussex têm um “grande olho para histórias”.

Meghan Markle e príncipe Harry
O contrato com a gigante do streaming está avaliado em US$ 150 milhões

A equipe do casal real confirmou que já estão em andamento um documentário sobre natureza e uma série de animação infantil que traz mulheres inspiradoras. Quando a novidade da colaboração com a Netflix veio à tona, Meghan e Harry afirmaram em comunicado enviado ao The New York Times que pretendem “criar conteúdo que informe, mas também dê esperança”.

“Como novos pais, fazer uma programação familiar inspiradora também é importante para nós”, escreveram os duques de Sussex no documento. Os papais de Archie acreditam que o alcance da Netflix ajudará a compartilhar conteúdos impactantes. Atualmente, o serviço de streaming conta com 193 milhões de assinantes espalhados por todo o mundo.

Antes de firmar o acordo milionário, o neto da rainha Elizabeth apareceu em documentário recém-lançado da empresa, Rising Phoenix. A produção aborda a trajetória dos Jogos Paralímpicos.

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias