Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Aqui estão quatro motivos para você realizar um mapeamento genético

A coluna conversou com o especialista Euclides Matheucci sobre o procedimento que tem ganhado muita popularidade nos últimos anos

atualizado 16/05/2021 9:03

dnaGetty Images

Você já ouviu falar de mapeamento genético? Pois saiba que o assunto tem ganhado muita popularidade nos últimos anos. A maioria das pessoas que procura pelo exame de DNA busca descobrir propensões a doenças mais graves ou, então, encontrar a sua ancestralidade. Além desses motivos, essa análise desvenda outras informações que impactam a saúde de forma positiva a longo prazo, desde encontrar a alimentação mais adequada, os melhores exercícios para o corpo, até características psicológicas.

Em conversa com a coluna Claudia Meireles, o diretor científico do laboratório de biotecnologia DNA Consult, Euclides Matheucci, explica que o processo basicamente detalha o código genético do indivíduo. “Seu DNA é 99,99% semelhante ao de toda sua família, amigos e conhecidos, entretanto, esse 0,01% faz toda diferença”, destaca.

dna
DNA

Segundo o especialista, pequenas variações no DNA podem modificar diversas características da pessoa, como a sua eficiência de metabolização de diferentes nutrientes, além de indicar se ela possui ou não facilidade de ganho de massa muscular, se tem maior susceptibilidade a determinada doença, e muitas outras informações contidas nesse 0,01%.

“A partir da técnica de genotipagem de SNPs, é possível analisar 750 mil polimorfismos, locais de possíveis variações do DNA, e compará-los com diversos estudos científicos para mostrar as informações que o DNA diz sobre a pessoa, apresentando um caminho para uma dieta mais eficiente, um treino físico personalizado e até mesmo ao que deve se atentar para envelhecer com saúde e longevidade”, informa.

Como o processo é realizado na prática? De acordo com Euclides, depois que o paciente coleta a amostra da raspagem feita no interior da bochecha, o material é transportado para o laboratório, e os resultados saem em aproximadamente 30 dias. O preço do procedimento depende do laboratório e do tipo de relatório. Na empresa em que o especialista atua, um só relatório custa R$ 580, sendo que, após o primeiro, é possível que se adquira os demais por R$ 100.

DNA
Estudo do DNA pode ajudar a saúde de forma transdisciplinar

Diante dessas informações, a coluna lança a questão: por que fazer um mapeamento genético?

Confira, a seguir, quatro motivos para você realizar o procedimento.

Personalização: os laudos permitem a individualização de cuidados pessoais, dietas, treinos e até tratamentos cosméticos. A análise do DNA ajuda na compreensão das necessidades e capacidades únicas de cada pessoa. Assim, é possível desenvolver tratamentos e cuidados que efetivamente funcionam, de forma a evitar tempo perdido, esforço e dinheiro com estratégias genéricas e baseadas no método de tentativa e erro.

Prevenção: diante de doenças e condições clínicas, a prevenção sempre é melhor que o tratamento. Ao reconhecer propensões e tendências genéticas de forma precoce, é possível iniciar um acompanhamento especial, objetivando a diminuição dos futuros sintomas e o tratamento precoce. Assim, o indivíduo estará investindo em uma melhor qualidade de vida e longevidade.

dna
Análise também permite a criação de estratégias para evitar doenças

Autoconhecimento: muitas vezes, não somos capazes de identificar nossos próprios hábitos e características psicológicas ou comportamentais. A realização do mapeamento genético permite um maior autoconhecimento, devido à identificação de tendências genéticas que influenciam não somente a nós mesmos, mas a forma como nos relacionamos com o mundo e com as pessoas ao redor. A partir desse reconhecimento, podemos nos atentar e modular fatores, como qualidades e defeitos pessoais, pontos de melhoria e desenvolvimento pessoal.

Predição: os laudos geram dados que, associados à tecnologia aplicada, permitem prever a probabilidade de desenvolvimento de doenças com base na predisposição genética particular. Essas informações servem como direcionamento para a elaboração de uma estratégia preventiva, que minimize as chances de ocorrência dessas doenças.

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias