Tatá Werneck dá bronca em Pugliesi por festa: “Inadmissível”

Apresentadora não comprou desculpas de Pugliesi e criticou comportamento. Seguidores também reclamaram

Pugliesi e Tatá WerneckReprodução/Instagram

atualizado 26/04/2020 16:46

Após ser detonada por promover uma encontro com os amigos nesse sábado (25/04), Gabriela Pugliesi fez um vídeo se desculpando , mas acabou recebendo mais uma bronca – dessa vez, de Tatá Werneck.

A humorista não gostou nada da atitude da influenciadora e explicou seus motivos nas redes sociais.

“Você vai me achar uma babaca depois desse comentário. Mas eu acho menos importante isso do que alertar as pessoas. Tão pedindo caminhão pros hospitais. Porque tá um caos. Minha prima médica (que pegou) chega chorando em casa. Porque eles já têm que escolher quem salvar. Você já teve. Está teoricamente ‘imune'”, disse Tatá.

“Eu acho que essa atitude, ainda mais pra um monte de gente que te segue e se inspira na sua vida saudável, foi inadmissível”, finalizou a apresentadora.

0
Pedido de desculpas

Na publicação, Gabriela Pugliesi se diz arrependida e admite ter sido irresponsável ao ignorar as recomendações de isolamento por conta do coronavírus. Vale lembrar que ela foi diagnosticada com Covid-19 em março. Na época, ela também foi criticada por romantizar a doença.

“Eu juntei meia dúzia de amigos aqui em casa, a gente pediu comida, bebeu, me passei, falei besteira”, disse.

Veja o vídeo:

 

Ver essa foto no Instagram

 

To super arrependida, e que sirva de aprendizado 🙏

Uma publicação compartilhada por Gabriela Pugliesi (@gabrielapugliesi) em

Entenda

O motivo da festa promovida por Pugliesi no sábado (24/4) foi o reencontro com a ex-BBB Mari. Além dela, compareceram Mariana Saad, Bárbara Brunca, Mari Gonzalez, Jonas, Erasmo e outros amigos próximos.

Ela chegou a postar fotos grudada nos convidados, sem nenhum equipamento de proteção. Apesar de ter apagado os registros em seguida, recebeu várias críticas, incluindo a de uma suposta vizinha.

“Indignada com a falta de respeito e gentileza de vocês. Não dormimos a noite, por conta da algazarra que fizeram nessa madrugada. Música alta e gente berrando! Se não estivéssemos em ‘isolamento’ teríamos ido pessoalmente falar com você. Festa até 7h da manhã? Vocês acham que estão aonde? O direito de vocês termina quando há desrespeito ao dos outros. Péssimo”, reclamou.

Últimas notícias