Joalheiro que fez aliança de Nego do Borel foi preso por tráfico de drogas

Conhecido por assinar joias de famosos, TH foi acusado de usar a empresa para lavar dinheiro e financiar tráfico do Rio de Janeiro

atualizado 27/06/2020 18:51

Reprodução / Instagram

Neste sábado (27/06), o cantor Nego do Borel compartilhou imagens da aliança de seu noivado com a atriz Duda Reis nos Stories do Instagram. Em ouro branco 18 quilates com pedras de brilhantes, a joia foi confeccionada pela empresa TH Joias, que postou cliques e vídeos do anel no Instagram.

0

Um detalhe, porém, chamou atenção: a marca foi fundada e tem como CEO Thiego Raimundo dos Santos, preso pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) do Rio de Janeiro, em 2017, após ser acusado de articular tráfico de drogas e de armas na capital carioca.

Ele também usaria a empresa para lavar dinheiro, de acordo com a investigação.

Segundo denúncia publicada pelo jornal Extra, a quadrilha do qual TH fazia parte teria movimentado, pelo menos, R$ 7 milhões durante dois anos.

Além de Nego do Borel, o empresário tem outros clientes famosos, como Neymar e MC Gui. Ele ficou oito meses preso e responde ao processo em liberdade.

Últimas notícias