Cantor Ferrugem diz que nome verdadeiro foi inspirado em filme de terror

"Não sei o que meu pai tinha bebido no dia para colocar o nome de um serial killer em mim", desabafou o pagodeiro

atualizado 31/10/2020 13:00

Ferrugem Fábio Rocha/Globo

Ferrugem contou que seu nome de batismo, Jheison, foi inspirado no personagem Jason, do clássico filme de terror Sexta-Feira 13. Em tom de deboche, o pagodeiro agradeceu por ter um nome artístico mais “comum”.

“Não sei o que meu pai tinha bebido no dia para colocar o nome de um serial killer de filme em mim. Mas tudo bem, não tem problema nenhum. Graças a Deus inventaram esse apelido de Ferrugem, e aí consegui me livrar um pouco do Jheison”, disse o artista, em recente entrevista ao programa É de Casa, da TV Globo.

0

“Mas eu não sinto vergonha do meu nome, não. Sinto muito orgulho, porque ele é diferente”, acrescentou.

Ferrugem revelou, ainda, que seu primeiro cavaquinho foi encontrado no lixão por seu tio, que trabalhava na coleta de lixo. “Foi o melhor presente que já ganhei em toda a minha vida. Aquele cavaquinho dormia comigo! E foi ali que eu me encontrei e entendi que precisava viver da música.”

Últimas notícias