Impactos da reforma da Previdência são tema de seminário na CLDF

Evento ocorre na segunda-feira (17/06/2019), com a presença do presidente da Comissão Especial do Congresso, deputado Marcelo Ramos (PL-AM)

Pablo Valadares/Câmara dos DeputadosPablo Valadares/Câmara dos Deputados

atualizado 14/06/2019 17:58

Integrantes da Comissão Especial da reforma da Previdência no Congresso Nacional realizarão, na segunda-feira (17/06/2019), um seminário regional sobre os impactos ocasionados pela aprovação da Proposta de Emenda à Constituição nº 06/2019 no Distrito Federal. O debate ocorrerá das 9h às 13h, no auditório da Câmara Legislativa (CLDF).

Entre os participantes confirmados, estão o presidente da comissão especial, Marcelo Ramos (PL-AM – foto em destaque), do secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, e do presidente da CLDF, deputado Rafael Prudente (MDB-DF). Também participarão do evento especialistas e representantes de sindicatos.

O tema tem causado uma queda de braço entre o governo de Jair Bolsonaro e servidores públicos. A fim de pressionar os congressistas que sinalizaram aprovar a proposta, mesmo com ressalvas, os sindicatos realizaram, nesta sexta-feira (14/06/2019), uma greve geral em todo o país.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, criticou mudanças no texto promovidas no Congresso e disse que as alterações podem “abortar a nova Previdência”. Ele atribui as modificações às “pressões corporativas” e ao “lobby de servidores do Legislativo”. “Forçaram o relator a abrir mão de R$ 30 bi para os que já são favorecidos no sistema normal. Então, recuaram na regra de transição. E como isso ia ficar feio, estenderam também para o regime geral”, pontuou.

Verticalização

Uma das mudanças inseridas no relatório retira a verticalização da reforma, ou seja, o que for aprovado não será replicado nos estados e municípios. A indefinição sobre o que vai acontecer com o Distrito Federal, portanto, também será alvo de debate no seminário.

Também confirmaram participação no evento a diretora do Sindicato dos Professores do DF, Rosilene Corrêa; o presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), Floriano Martins; o secretário-executivo do Sindicato Nacional dos Auditores e Técnicos Federais de Finanças e Controle (Unacon), Bráulio Cerqueira; a representante do Fórum Nacional das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), Larissa Benevides; e a representante da União Nacional dos Estudantes (UNE), Bruna Brelaz.

“A reforma da Previdência vai alterar profundamente as regras da seguridade social, o maior programa de distribuição de renda e de proteção social do país. Temos o compromisso de discutir com seriedade e envolver todos neste debate”, declarou o deputado federal Professor Israel (PV-DF), organizador do evento e único parlamentar do DF na Comissão Especial da Reforma da Previdência.

SOBRE O AUTOR
Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Últimas notícias