com Rebeca Ligabue, Hebert Madeira e Sabrina Pessoa

Saiba as últimas novidades sobre as próximas semanas de moda

A pandemia da Covid-19 continua afetando o calendário das fashion weeks, que trazem faltas marcantes e formato digital

atualizado 17/01/2021 16:54

Winnie Harlow no desfile de alta-costura primavera/verão 2020 da Ralph & Russo Kristy Sparow/Getty Images

Poucos dias após o anúncio de que o Paris Fashion Week será realizado sem convidados, o Conselho de Moda Britânico (BFC, na sigla original) informou que o London Fashion Week seguirá o mesmo passo, com mais uma edição 100% digital. Enquanto isso, a Semana de Alta-Costura terá duas ausências marcantes. A marca britânica Ralph & Russo resolveu pular esta temporada, enquanto a maison Jean Paul Gaultier, que exibiria suas novidades no dia 27, mudou de ideia.

Vem saber os últimos updates das principais semanas de moda!

Giphy/Ralph & Russo/Divulgação

London Fashion Week (novamente) 100% digital

A próxima edição da Semana de Moda de Londres, entre 19 e 23 de fevereiro, será completamente digital. Desfiles físicos podem ser realizados, contanto que sejam transmitidos on-line, sem a presença de convidados, ou gravados previamente. Além disso, desde o ano passado, o LFW não tem mais temporadas ou gênero definidos.

O evento ocorrerá novamente por meio da plataforma londonfashionweek.com, que armazena todos os conteúdos que as marcas optarem por apresentar: desfiles virtuais, talks, lookbooks e muito mais. Antes mesmo do anúncio do British Fashion Council, muitas marcas já planejavam apresentar suas coleções em formatos digitais. No início do mês, vale lembrar, o Reino Unido decretou seu terceiro lockdown, com objetivo de conter uma nova mutação do Sars-CoV-2.

Tradicionalmente, a edição de fevereiro do LFW correspondia às coleções femininas de outono/inverno. A semana masculina referente à essa temporada costumava ocorrer em janeiro. Desta vez, serão unificadas em um único evento. Para este ano, há mais duas edições marcadas, em junho e setembro. O BFC não definiu ainda as orientações sobre a edição de janeiro de 2022.

Halpern - primavera-verão 2021
Sem gênero ou temporada definida, o London Fashion Week de fevereiro será 100% digital

 

modelo na passarela com estampa de bolinhas e capuz felpudo
O anúncio do British Fashion Council é uma resposta ao terceiro lockdown do Reino Unido

 

Richard Malone
Tradicionalmente, o LFW de janeiro – que não ocorrerá neste ano – era dedicado às coleções masculinas. O de fevereiro, às femininas

 

Ralph & Russo decide pular a Semana de Alta-Costura

A marca britânica Ralph & Russo, comandada pelos australianos Tamara Ralph e Michael Russo, não apresentará coleção de alta-costura nesta temporada. “À luz da contínua pandemia global e das novas restrições que afetam a nós e a muitos outros, tomamos a difícil decisão de não prosseguir com a coleção primavera/verão 2021”, revelou a dupla, em comunicado publicado no Instagram.

No texto, os fundadores da etiqueta agradecem pelo apoio que têm recebido neste “período único de tempo” e afirmam que estão ansiosos para retornarem ao calendário de haute couture em julho deste ano. Na primeira semana digital de alta-costura, em 2020, a grife exibiu uma coleção virtualmente.

Conhecida pelas luxuosas roupas de festa, a etiqueta se adaptou às novas necessidades do público em meio à pandemia do novo coronavírus. Além de colaborações com a marca de lingeries La Perla e a de óculos Linda Farrow, aventurou-se no loungewear, assim como fizeram labels como Jacquemus e Dior.

Tamara Ralph e Michael Russo
Baseada em Londres, a grife de alta-costura e prêt-à-porter Ralph & Russo foi fundada pelos australianos Tamara Ralph (diretora criativa) e Michael Russo (CEO)

 

Desfile de alta-costura da Ralph & Russo
Recentemente, a etiqueta comunicou que vai pular a temporada de primavera/verão 2021 da alta-costura, em decorrência da pandemia

 

Desfile Ralph & Russo
A marca é especializada em roupas luxuosas de festa

 

Jean Paul Gaultier adia (mais uma vez) a coleção com Chitose Abe

Citada anteriormente, a Ralph & Russo não chegou sequer a compor o calendário preliminar da Semana de Alta-Costura, divulgado no fim de dezembro. Já a maison Jean Paul Gaultier estava com apresentação marcada para o dia 27 de janeiro. Entretanto, na última terça-feira (12/1), a casa informou que vai “celebrar este evento em tempos mais seguros e felizes”.

Adiada pela segunda vez, a próxima coleção marcará a estreia de um rodízio de estilistas convidados. A primeira convidada para o projeto é a japonesa Chitose Abe, fundadora da Sacai. Vale lembrar que Jean Paul Gaultier se aposentou das passarelas com um megadesfile, em janeiro de 2020.

A cada nova temporada, JPG convidará um estilista diferente para “interpretar os códigos da casa e dar a visão da alta-costura”. Essa iniciativa de colaboradores temporários, já adotada por marcas como Moncler e Emilio Pucci, foi anunciada em março do ano passado.

Chitose Abe e Jean Paul Gaultier
Quem estava ansioso pela estreia de Chitose Abe (da Sacai) no rodízio de colaboradores temporários da maison Jean Paul Gaultier terá que esperar. A primeira coleção do projeto, anunciada em março do ano passado, foi adiada pela segunda vez

 

Desfile de despedida de JPG
Após JPG se aposentar das passarelas, em janeiro de 2020, a casa de alta-costura adotou a estratégia já utilizada por marcas de luxo como Moncler e Emilio Pucci

 

Desfile Jean Paul Gaultier
O desfile estava marcado para o dia 27 deste mês, durante a Semana de Alta-Costura
Outras ausências e futuro das próximas semanas de moda

Essas não foram as únicas marcas a adiarem suas coleções de última hora. No cronograma final do PFW masculino, Acne Studios e Celine não constam mais na lista. A temporada de desfiles de outono/inverno 2021/22 começou na sexta-feira (15/1), com a Semana de Moda Masculina de Milão.

A Balenciaga, que pretendia retornar à alta-costura desde a temporada de julho do ano passado, adiou o comeback para julho deste ano, pela segunda vez. A casa fundada pelo espanhol Cristóbal Balenciaga não faz haute couture há 53 anos, desde que seu fundador se aposentou e encerrou as atividades da linha, em 1968.

O próximo New York Fashion Week, marcado para acontecer de 14 a 18 de fevereiro, deve ocorrer digitalmente, em grande parte. Por ora, o Conselho de Designers de Moda da América, organizador do evento, não se manifestou a respeito. Quanto às edições do Milan Fashion Week e Paris Fashion Week para fevereiro e março, não há definições. Possivelmente serão guiadas de acordo com o resultado das edições deste mês.


Colaborou Hebert Madeira

Últimas notícias