Sob críticas do PSL, Flávio Bolsonaro é elogiado por petista

Para senador, filho de Bolsonaro não é agressivo igual ao pai e aos irmãos. Apoio é importante para evitar apuração de "rachadinha"

JOSE LUCENA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOJOSE LUCENA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

atualizado 08/10/2019 15:56

Enquanto o PSL vive às turras com o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), alguns integrantes do Partido dos Trabalhadores (PT) rasgam elogios a ele, mesmo sabendo de quem é filho: do presidente que é um dos maiores críticos do partido.

Na avaliação de Paulo Rocha (PT-PA), Flávio é mais maleável que os irmãos e o pai Jair Bolsonaro. “Ele não é tão agressivo quanto o deputado Eduardo Bolsonaro”, compara citando o irmão deputado.

Nem quando é questionado sobre o escândalo da “rachadinha”, do qual Flávio é investigado por ser partícipe, junto ao seu ex-assessor Fabrício Queiroz, Rocha abaixa a bandeira da trégua: “Ele é a figura central do esquema, mas não é nosso assunto principal. Nossa questão é outra”, pontuou.

Flávio é alvo de críticas do líder do partido no Senado, Major Olímpio (SP) porque, segundo este, ele teria agido nos bastidores para enterrar a CPI da Lava Toga. “Flávio Bolsonaro para mim acabou, não existe”, afirmou Olímpio nessa segunda-feira (7/10).

SOBRE O AUTOR
Últimas notícias