Padre Fábio de Melo faz desabafo emocionante sobre a morte da mãe

"Ainda que a fé me faça crer no reencontro, o intervalo entre a espera e o abraço é puro desconsolo", escreveu

atualizado 30/03/2021 20:56

Dias após perder a mãe para a Covid-19, o padre Fábio de Melo emocionou os seguidores ao postar uma homenagem à dona Ana Maria. Ela faleceu no último sábado (27/03), aos 83 anos, após dias internada por complicações da doença.

“Morte de mãe é quebra de um simbólico primitivo. É a ruptura com a corporeidade que hospedou nossos princípios. Um desalento. Deixar no túmulo o corpo que também foi meu corpo, fonte que me deu ossos, carne, espírito e sangue. Outro desalento. Não poder ritualizar a despedida. Vestir o vestido mais bonito, pentear os cabelos, cobrir de flores a mulher que me amou primeiro, altar onde minha infância rezou as liturgias do amor inicial”, diz o texto.

“A pedra foi posta sobre a dança, a festa, o canto, a fome, o conselho e o alívio. Não mais o abraço, não mais o olhar que me sabia de cor. Ainda que a fé me faça crer no reencontro, o intervalo entre a espera e o abraço é puro desconsolo. Grito o que muitos já sabem: mãe não é sepultável”.

Nos comentários, amigos e fãs do padre deixaram emojis chorando, corações partidos e muitas mensagens de apoio. “É dor doida demais, meu irmão. Mas também é amor amado demais. Eternizado na fé do reencontro e nos dias da espera, em que a memória nos relembra do milagre de onde nascemos”, escreveu Gabriel Chalita. “Belas palavras, profunda saudade! Fique bem, meu querido”, desejou Elba Ramalho.

Dona Ana Maria foi internada no dia 15 de março. Ela chegou a tomar a primeira dose da vacina no dia 4 de março, mas segundo o sacerdote, ela foi contaminada dias antes.

0

Últimas notícias