Esposa de Cid Moreira diz que foi agredida e ameaçada pelo enteado

Fátima Sampaio acusou Roger Moreira de perseguição, ameaça e agressão. Ela ainda questionou a adoção dele

atualizado 06/08/2021 17:08

Cid Moreira e Fátima SampaioReprodução

Esposa do jornalista Cid Moreira, Fátima Sampaio rebateu as acusações do ex-caseiro do comunicador, que confirmou que ela teria praticado maus-tratos contra o marido. Em entrevista à Sônia Abrão, Fátima diz que foi perseguida, ameaçada e agredida pelos filhos do marido, Roger e Rodrigo Moreira.

“Eles foram aumentando a agressão, nos perseguindo. Vocês pensam que isso é de agora? É coisa antiga, tem 21 anos que estou com o Cid. Vocês podem imaginar o que essas pessoas têm tentado fazer comigo, de forma mais particular e discreta, as chantagens, ameaças e jogos. Não são ameaças claras, são ameaças veladas”, disse ela, no programa A Tarde é Sua.

Fátima ainda fez uma série de queixas sobre Roger Moreira, e questionou a adoção do homem.

0

“Não é muito estranho, o sobrinho da ex ser adotado depois da separação? Ele falou que as mulheres do Cid sempre o controlaram. Então, antes de mim, quem controlava o Cid era a tia do Roger?”, disparou.

“Parece que eles não querem perder esse controle de jeito nenhum. O Roger, eu já conheço o jeito dele. Eu sabia que ele era capaz, mas não sabia até onde, só estou assistindo para ver. A escola em que ele estudou, eu passo longe”, completou Fátima.

Quanto ao depoimento do caseiro, divulgado pelo site Notícias da TV, Fátima ponde que o ex-funcionário, que trabalhou por 26 anos para a família, está pensando em ser beneficiado de alguma forma.

“Estou muito triste com o Manoel [ex-caseiro], ele é uma pessoa simples, humilde. Acho que ele foi seduzido, talvez, por promessas econômicas futuras, só posso pensar que é isso”, disse.

Em transcrições de áudios de uma conversa entre Roger e o ex-caseiro, protocolados aos documentos na Justiça, a testemunha relata que já viu absurdos no tratamento de Cid, como nas refeições.

“[A comida] era horrível. (…) A comida sai da geladeira, esquenta, vai para a mesa, passa duas horas na mesa, depois volta para a geladeira. [Era] 15 dias fazendo isso. Era pizza todo dia. E daquelas pizzas horríveis. Ela [Fátima] fazia [a pizza], ficava um tempão lá na geladeira. Era todo dia pizza”, diz.

Mais lidas
Últimas notícias