*
 

Cerca de 746 mil pessoas brincaram o Carnaval nos blocos de rua do Distrito Federal nos quatro dias de folia, segundo estimativa do GDF. Tanto movimento nas avenidas resultou em um total 86 toneladas de lixo recolhidos no mesmo período. Só nessa terça-feira (13/2), 155,4 mil foliões participaram da festa. O evento que mais reuniu pessoas foi o Bloco dos Raparigueiros, seguido pela Baratona.

De acordo com dados parciais da Secretaria de Segurança Pública e da Paz Social, não foram registradas ocorrências graves — como homicídios — vinculadas ao Carnaval este ano. Porém, casos de briga, confusão, apreensão de armas brancas (facas, facões e canivetes), embriaguez ao volante e atos de vandalismo contra pelo menos 20 ônibus e oito trens do metrô exigiram a atenção dos mais de 6,5 mil policiais e agentes que estavam de serviço.

O domingo (11) foi o dia mais violento, com quatro esfaqueamentos. Um jovem, de 19 anos, foi ferido por arma branca às 21h30, na altura do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, próximo aos blocos Raparigueiros e Baratona. Ele foi encaminhado ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Houve outros três esfaqueamentos durante a dispersão, por volta das 23h30, perto da Rodoviária do Plano Piloto. Em uma das ocorrências, a vítima tinha 11 anos e estava desacompanhada. O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhá-la. Em outra, dois irmãos, de 17 e 20 anos foram agredidos. Eles foram levados ao Hran.

Na terça (13), os registros de confusão e brigas ocorreram principalmente na dispersão dos blocos Raparigueiros e Baratona. Policiais militares atuaram com uso de spray de pimenta e ajuda da cavalaria. Ao tentar apartar uma das brigas, uma foliã chegou a levar um tapa na cara.

Também na noite de terça (13), um ladrão fugiu correndo após roubar o celular de um folião, mas tropeçou em uma lata, caiu e machucou a cabeça no chão. Após a trapalhada, o rapaz foi detido por policiais militares que acompanhavam o desfile. Por volta das 20h40, três bombas caseiras foram detonadas durante o cortejo dos blocos.

Já no Corpo de Bombeiros, os atendimentos foram relacionados à hipertensão, pequenos ferimentos, entorses, intoxicação por uso excessivo de álcool e quedas.

O Departamento de Trânsito (Detran-DF) flagrou 95 condutores dirigindo após o consumo de bebida alcoólica e outros 1.549 foram autuados por motivos diversos. A autarquia atuou, no total, em 30 blocos de rua, com um efetivo de 450 agentes de trânsito, 60 viaturas, 12 motocicletas, quatro guinchos, duas empilhadeiras e dois drones. Já o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) recolheu 86 toneladas de lixo.

 

 

COMENTE

GDFSegurança Públicabaratonaraparigueiros
comunicar erro à redação

Leia mais: Carnaval