Vídeo mostra briga entre Neymar e modelo que o acusa de estupro

Gravação começou a circular nas redes sociais na noite desta quarta-feira (05/06/2019), no momento em que a Seleção Brasileira estava em campo, no Mané Garrincha

atualizado 05/06/2019 23:48

Daniel Ferreira/Metrópoles

A acusação de estupro contra Neymar ganhou mais um capítulo na noite desta quarta-feira (05/06/2019). Momentos após o atacante deixar o campo contundido, no jogo em que a Seleção Brasileira enfrentou o Catar, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, um vídeo começou a circular nas redes sociais. Na gravação, há uma suposta briga entre o jogador e a modelo Najila Trindade Mendes de Souza, que o acusa de agressão e abuso sexual.

Nas imagens, é possível ver Najila avançando sobre Neymar, que levanta as pernas. Aparentemente, o pé do atacante chega a tocar o rosto da mulher. “Eu vou te bater porque você me agrediu ontem, você me deixou aqui sozinha”, grita Najila, dando a entender que o vídeo foi registrado no dia seguinte ao suposto estupro. O jogador, então, pede calma e se levanta da cama para contê-la.

Veja:

 

Escândalo

A acusação contra Neymar veio à tona no último fim de semana. Nesse sábado (01/06/2019), foi noticiado que Najila fez boletim de ocorrência (BO) em São Paulo contra o atacante no dia anterior, acusando-o de tê-la estuprado em 15 de maio, em Paris. O crime teria ocorrido depois de eles se conhecerem pelo Instagram e o jogador pagar uma viagem para ela ir até a capital francesa a fim de encontrá-lo. O caso, rapidamente, virou notícia em todo o mundo.

O pai de Neymar contou que o filho estava sendo vítima de extorsão e que a mulher teria pedido dinheiro para não denunciá-lo, embora tenha havido, segundo ele, uma relação sexual com consentimento.

No fim da noite de sábado, Neymar decidiu se manifestar em sua conta no Instagram e, na tentativa de provar a inocência, decidiu divulgar trechos da conversa que teve com a mulher que o acusa de estupro. Ele também publicou fotos íntimas que Najila teria enviado.

0

 

O pai do atleta voltou a se manifestar e saiu em defesa do filho e da divulgação das imagens. Nessa segunda-feira (03/06/2019), o Instagram decidiu remover o conteúdo, por violar as regras da rede social.

Nesse domingo (02/06/2019), a Polícia Civil foi até a Granja Comary, onde ocorria treinamento da Seleção Brasileira, para saber quando Neymar iria se apresentar à Justiça. Na segunda, a polícia voltou ao local.

Neymar esteve em treino da Seleção Brasileira com o semblante fechado, e os jogadores fizeram questão de sair em defesa do companheiro de time. O atacante também foi blindado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e não deu entrevistas por enquanto. A entidade decidiu oferecer assessoria jurídica para o atleta.

O técnico Tite deu entrevista coletiva, nessa segunda-feira, e o assunto principal foi Neymar. O treinador da Seleção Brasileira disse: “Não posso julgá-lo”.

Delegacia de crimes virtuais

A delegacia de crimes virtuais intimou Neymar a depor nesta sexta-feira (07/06/2019), para explicar sobre a postagem das conversas que teve com Najila, a modelo que o acusa de estupro. O advogado do jogador, Davi Tangerino, afirmou que ele irá se apresentar à polícia de forma espontânea, mas não definiu uma data.

Nesse meio-tempo, o escritório de advocacia Fernandes e Abreu Advogados, contratado pela mulher que acusa Neymar, rescindiu o contrato com a cliente. A alegação é de que Najila havia, inicialmente, relatado agressão, sem mencionar estupro. O documento de rescisão foi divulgado na noite dessa segunda-feira (03/06/2019), pelo Jornal Nacional.

Três das principais patrocinadoras do atacante olham com atenção para o caso e já se preparam para evitar que a imagem das empresas fiquem manchadas.

Mais lidas
Últimas notícias