Brasil vence o Catar por 2 a 0 no Mané. Neymar sai machucado de campo

Atacante foi levado para hospital na Asa Sul. O amistoso disputado no Distrito Federal valeu como preparação para a Copa América

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 06/06/2019 1:55

A Seleção Brasileira venceu o Catar nesta quarta-feira (05/06/2019), no Estádio Nacional Mané Garrincha, por 2 a 0. Sob o escândalo que envolve o jogador Neymar Jr., o Brasil disputou o amistoso a fim de se preparar para a Copa América, torneio que garante a vaga na Copa das Confederações em 2021.

Principal jogador da seleção e do Paris Saint-Germain (PSG), Neymar é acusado de estupro pela modelo Najila Trindade, 26 anos. No entanto, contundido, o camisa 10 deixou o campo, aos 19 minutos da etapa inicial, chorando de dor. Depois de algumas entradas mais duras, ele sofreu uma entorse no tornozelo direito.

Neymar foi levado ao Hospital Home, na Asa Sul, para exames, onde recebeu a visita de Jair Bolsonaro (PSL). O presidente esteve no estádio para acompanhar a partida. Até o início da madrugada, não havia informações sobre a extensão da lesão do atacante, mas segundo disse o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, ao Metrópoles, “o caso não é grave”

O presidente chegou pouco antes da meia-noite e deixou o hospital por volta de 0h35. Os médicos da Seleção Brasileira, Felipe Kalil e Rodrigo Lasmar, acompanharam Neymar. O atacante deixou o Home por volta da 1h desta quinta (06/06/2019) e voltou ao Hotel B, no Setor Hoteleiro Norte, onde a delegação da seleção está hospedada.

Mais cedo, dentro de campo, o primeiro gol da seleção saiu dos pés de Richarlison. Após cruzamento do lateral-direito Daniel Alves, o atacante cabeceou para o fundo das redes. Logo em seguida, o camisa 10 foi substituído por Everton.

Aos 23 minutos do primeiro tempo, Gabriel Jesus ampliou o marcador. O jogador, que atua no Manchester City, marcou o segundo após passe de Richarlison. Muito superior ao adversário, a Seleção Brasileira manteve 70% da posse de bola no primeiro tempo.

Em meio a testes e para dar ritmo para a Copa América, o técnico Tite fez diversas substituições ao longo do segundo tempo. Saíram: Daniel Alves, Filipe Luís, Arthur, Philippe Coutinho e Richarlison. Entraram: Éder Militão, Alex Sandro, Fernandinho, Lucas Paquetá e David Neres.

Um minuto antes de encerrar a partida, o árbitro marcou um pênalti contra a seleção. No entanto, Khoukhi cobrou no travessão.

Veja as fotos do jogo:

 

 

Veja como foi escalada a seleção para o início da partida:

CBF

 

No estádio, os torcedores se dividiram entre crítica e apoio a Neymar Jr. O Diversas pessoas levaram cartazes abordando o escândalo que envolve o atleta. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) também compareceu ao Mané Garrincha. Mais cedo, ele declarou apoio ao atacante. “Está em um momento difícil, mas acredito nele. Neymar, hoje à noite estamos juntos”, declarou o chefe do Executivo em Aragarças (GO), a 380 quilômetros de Goiânia.

 

Em volta da arena, antes da partida, houve uma grande movimentação de pessoas e carros. O torcedor que resolveu assistir ao amistoso entre Brasil e Catar no Estádio enfrentou muito engarrafamento. Todas as vias nos arredores, bem como o Eixo Monumental, registraram trânsito lento. A dificuldade no tráfego atingiu, também, o fim da W3 Norte.

A assistente comercial Karolina de Mello, 31 anos, levou as filhas Maria Eduarda, 10, e Melissa, 3, para ver o jogo. Ela costuma ir com a família toda para assistir às partidas da seleção. A filha mais velha já viu a canarinho jogar e hoje aposta em um 7 x 0 para o Brasil. “Vai ganhar e vai ser de lavada”, garante Maria Eduarda.

O engenheiro Andrês Silva, 40, levou o filho João Vitor, 7, para assistir pela primeira vez à seleção jogar. Fã de Neymar e Coutinho, o menino já tem uma aposta: “Vai ser 2 x 0. Um gol de cada”.

Camisas

Ivan Santos, 31, e Redley Morais, 26, aproveitaram o jogo para vender o estoque de camisas que sobrou da Copa de 2018. “O Brasil saiu muito cedo da Copa da Rússia, não vendeu nada. Vamos tentar dar fim ao estoque hoje”, diz Ivan, que vende cada uma a R$ 25.

Criador do personagem Zé Brasil, o aposentado Henrique de Oliveira, 69, tentou a sorte na entrada do estádio. Vestido a caráter, ele diz que geralmente consegue entrar, mesmo sem ingresso, devido à fantasia. “Sempre liberam minha entrada, mas hoje está difícil”, reclama.

Concentração

A Seleção Brasileira embarcou por volta das 20h no ônibus que levou o técnico Tite e seus comandados até o Estádio Nacional Mané Garrincha. Às 21h30, ela enfrenta o Catar. Pouco mais de 100 torcedores compareceram à porta do hotel onde os jogadores estão hospedados. O mais aplaudido foi justamente o atacante Neymar.

Após uma manhã de pouco movimento, a tarde ficou marcada pela aparição de algumas personalidades do esporte. Elas preferiram não se pronunciar em relação ao escândalo envolvendo Neymar.

O pentacampeão e zagueiro do Brasiliense Lucio, por exemplo, disse que conversou com alguns jogadores e o assunto da acusação nem foi mencionado. “Não conversei com ninguém sobre isso. Vim aqui para falar com meus amigos.”

Para ele, o foco deve estar no jogo e na preparação para a Copa América. “A grande expectativa está na competição ser no Brasil. Tanto a torcida quanto os jogadores querem muito essa taça”, disse Lucio.

Quem também passou pelo hotel foi Felipe Jesus, irmão do centroavante Gabriel Jesus. Ele afirma que o clima na seleção está bom. “Só conversei com o meu irmão sobre o jogo. Nada além disso. Ele está muito bem e o clima lá em cima também”, afirmou

Emoção

Comovido com a história de Lucas, o militar André Peixoto, 20, fez questão de realizar o sonho do fã de Neymar. “Vim de Recife só para ver o jogo. Passei por aqui de manhã, me identifiquei com a história dele e comprei o ingresso.”

André disse que ver o sonho de outra pessoa ser realizado não tem preço. “Ele chegou a pedir para a comissão da CBF, e nem deram bola. O jogo é algo que ele vai levar para vida”, comentou.

Muito emocionado, Lucas mal pôde acreditar quando recebeu o presente. “Estou sem palavras para agradecer. Nunca fui a um estádio e vou ver o Neymar de perto. Muito obrigado mesmo”, disse ao ter o ingresso na mão.

Classificação

PosTimePÚltimos
jogos
1Flamengo42
W W W W W
2Palmeiras39
D L W W W
3Santos37
L D W D L
4Internacional33
W L W W W
5Corinthians32
W D W D L
6São Paulo32
W L D L D
7Bahia31
D W W W D
8Grêmio28
D W D W W
9Atlético-MG27
L L L L L
10Botafogo27
L D L W D
11Athletico-PR26
L L W D L
12Vasco23
L W L L W
13Ceará22
L L L D D
14Fortaleza22
L D W L D
15Goiás21
D W L L L
16Fluminense18
L L W L W
17Cruzeiro18
W D W L L
18CSA16
W D L W D
19Chapecoense14
W D L L L
20Avaí13
L D W L W
Últimas notícias