Vídeo: Abraham Weintraub publica paródia tripudiando da prisão de Lula

Nas imagens publicadas no Twitter do ministro, quem aparece cantando, sob a melodia dos Beatles, é o irmão dele, Arhtur Weintraub

Gabriel Jabur/MECGabriel Jabur/MEC

atualizado 22/09/2019 9:44

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, usou a tarde deste sábado (21/09/2019) para, mais uma vez, provocar a oposição do governo Jair Bolsonaro nas redes sociais. Ele publicou um vídeo onde o irmão, Arthur Weintraub, aparece cantando junto a amigos durante um churrasco. Os colegas tocam guitarra, baixo e saxofone, enquanto Arthur improvisa no vocal. A melodia é de Let It Be, dos Beatles, mas a letra é uma paródia, claramente improvisada pelo irmão do ministro, que zoa o ex-presidente Lula, chamando ele de “molusco, que está preso na federal”.

A filmagem deu início a uma discussão acalorada no Twitter, como já era de se esperar – inclusive pelo chefe de uma das pastas mais importantes do país. Defensores dos irmãos Weintraub capricharam nos emojis de risada enquanto os apoiadores de Lula bravejavam que “ele deveria focar mais no trabalho e menos em brincadeira”. “É vdd (sic) que o senhor vai visitá-lo e tocar uma gaita para ele?”, perguntou uma seguidora, que ganhou como resposta, direta de Abraham, um tuíte escrito “Na Federal…”.

Segundo o Weintraub-ministro, a filmagem aconteceu há alguns dias, mas só foi divulgada neste sábado. “Tem umas semanas e era só uma brincadeira. Precisa melhorar, mas já é um começo!”, incentiva o irmão. Os músicos, que tocam os respectivos instrumentos, caem na gargalhada quando percebem que a letra tira sarro da prisão do ex-presidente petista, detido na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, desde 7 de abril do ano passado.

 

À frente de uma das pastas mais delicadas do país, Abraham coleciona polêmicas e já foi ameaçado, inclusive, de processo, por membros da Liderança do PT na Câmara, na última quinta-feira (19/09/2019), quando os petistas venceram um bolão da Mega-Sena, acumulado em R$ 120 milhões. “Urgente”, alertou Weintraub também no Twitter. “Grupo de petistas fica milionário e, aparentemente, não há roubo na parada. Foi um mero acidente. Não houve má-fé ou dolo por parte dos envolvidos. Há rumores de que os líderes do PT perdoariam os envolvidos contanto que o dinheiro fosse doado à causa”, alfinetou.

“Dois eventos praticamente impossíveis na mesma notícia: ganhar sozinho na Mega-Sena e petista ficar milionário sem roubar…estou com medo de ver um Saci Pererê hoje”, escreveu, finalizando uma série de quatro tuítes.

O vídeo foi feito no dia 1º de setembro, durante um churrasco promovido pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Entre os convidados, os filhos do presidente Bolsonaro, Flávio e Eduardo.

Na ocasião, Abraham tuitou: “Fechando o domingo em boa companhia, cantando o Alegrete com amigos”, escreveu. “Somos todos brasileiros e este é o nosso país! Inclusive a Amazônia!”, completou.

Últimas notícias