Variante Ômicron representa 50% dos novos casos de Covid em São Paulo

A capital paulista já soma 69 casos confirmados da variante Ômicron, que, na última semana, nova cepa passou a ser metade de novos casos

atualizado 04/01/2022 22:06

Na ilustração colorida, vários vírus são representadoGetty Images

São Paulo – A cidade de São Paulo tem 69 casos confirmados da variante Ômicron e, na última semana, a nova cepa da Covid-19 passou a representar 50% de novos casos de Covid-19 na capital paulista.

Os dados foram divulgados pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) nesta terça-feira (4/1).

A prefeitura envia, semanalmente, amostras de testes positivos para a Covid-19 ao Instituto Butantan e ao Adolfo Lutz, que fazem o sequenciamento genético.

Na semana passada, 52 amostras que foram sequenciadas pelo Butantan foram positivas para a variante Ômicron na capital, o que indica que metade dos novos casos da cidade são da nova cepa.

A cidade de São Paulo foi a primeira do país a registrar pacientes com a Ômicron, variante responsável pelo aumento vertiginoso de casos de Covid em países da Europa e nos Estados Unidos. Os primeiros casos foram registrados em 30 de novembro do ano passado, em um casal vindo da África do Sul.

Atualmente, a transmissão da cepa é comunitária na cidade, ou seja, não é mais possível saber a origem da contaminação.

Mais lidas
Últimas notícias