Traficante de armas João Filipe Barbieri é recapturado em Niterói

Brasileiro é um dos maiores traficantes de armas do mundo e deixou a prisão em 2020 com um alvará de soltura falso

atualizado 22/04/2021 10:28

João Filipe Barbieri, um dos maiores traficantes de armas do mundoDivulgação Polícia Civil do Rio de Janeiro

Rio de Janeiro – A Divisão de Capturas da Polícia Interestadual (Polinter) prendeu, na manhã desta quarta-feira (21/4), João Filipe Barbieri, considerado um dos maiores traficantes de armas do mundo, que deixou a prisão pela porta da frente, com um alvará de soltura falso, em novembro do ano passado.

Barbieri foi preso em Piratininga, em Niterói, Região Metropolitana do Rio, e será levado para a Cidade da Polícia, na zona norte da cidade. O criminoso é enteado de Frederick Barbieri, o “Senhor das Armas” e que está preso nos Estados Unidos. A organização criminosa foi responsável por enviar milhares de fuzis para o Brasil. As armas eram escondidas em aquecedores de piscina.

João Filipe Barbieri fez uso de um alvará de soltura falso para deixar a penitenciária de Bangu, onde estava preso desde 2017, condenado a 27 anos de prisão por associação para o tráfico e tráfico internacional de armas. A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) confirmou a saída de João Barbieri da prisão em 18 de novembro de 2020, apenas três anos depois de começar a cumprir a pena.

Outros integrantes do esquema de beneficiados por alvarás falsos já foram presas. No último dia 19, agentes da Superintendência de Inteligência do Sistema Penitenciário (Sispen) capturaram João Victor Roza, acusado de ser o distribuidor de armas do bando de Barbieri.

Em 3 de março, Gilmara Monique Amorim, condenada a mais de 18 anos de prisão por sequestro e assalto a banco, também beneficiada por um alvará falso, foi recapturada pela Seap no Centro do Rio.

No dia 9 de março, a Polícia Civil do Rio e a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) prenderam cinco pessoas acusadas de envolvimento em um esquema de falsificação de alvarás para soltura de criminosos.

Últimas notícias