Testagem em massa indica 8,3% positivados para Covid em Goiânia

Para Secretaria Municipal de Saúde, número está dentro do esperado; levantamento feito no início do mês indicou taxa de positivação em 11,3%

atualizado 23/06/2021 15:50

Testagem em massa de Covid em GoiâniaVinícius Schmidt/Metrópoles

Goiânia – Testagem em massa feita na capital goiana na última terça-feira (22/6) indicou positivação para Covid-19 em 8,3% das análises. Dos 3.850 testes feitos, 315 pessoas estão com o novo coronavírus ativo no organismo.

Apesar do dado ser preocupante, principalmente em função da circulação confirmada de novas cepas, entre elas a indiana (também conhecida como delta), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) considera que o índice está dentro do esperado.

Testagem anterior, realizada no início deste mês com 3.500 pessoas, indicou um índice de positivação de 11,3%. Nos dois casos, foram testadas pessoas assintomáticas a partir dos 12 anos de idade.

A doméstica Josiane de Matos, de 23 anos estava entre as pessoas que fizeram no teste na terça. O resultado foi positivo. Ela já esperava que estivesse contaminada, já que no local que trabalha várias pessoas estão doentes. Agora teme por seus filhos, que também estão apresentando sintomas. “Todos precisam se cuidar muito, pois essa doença ainda não acabou”, disse.

Veja imagens dos testes:

0
Isolar assintomáticos

A testagem desta semana foi a 21ª deste ano. Os testes foram realizados em sete escolas municipais. O objetivo da testagem de antígeno é identificar pessoas assintomáticas e, assim, isolá-las, bloqueando a propagação do vírus.

O resultado do teste é liberado de 10 a 20 minutos após a coleta. Aqueles que foram positivados receberam orientação médica no local da testagem ou em unidade de saúde mais próxima. O cidadão que estiver sintomático deve procurar uma das unidades de saúde que realizam o exame RT-PCR, indicado para estes casos.

Casos e mortes

A Prefeitura de Goiânia informa ter aplicado, até esta quarta-feira (23/6), 743.329 doses das 768.843 recebidas. Ao todo, foram 529.393 em primeira dose (corresponde a 34,91% da população) e 213.936 em segunda dose (14,1%).

O município aguarda a chegada de mais imunizantes para dar andamento de forma mais expressiva à campanha. No início da aplicação, nesta quarta, restavam apenas 1,6 mil doses para imunizar a população a partir de 50 anos.

Com relação a casos, a capital já registrou, até esta quarta, 167.975. O número de mortes em decorrência da doença em Goiânia já chega a 5.298.

Mais lidas
Últimas notícias