Senador pede convocação de Carlos Bolsonaro e Filipe Martins para CPI

Requerimento foi feito pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) nesta quinta-feira (13/5) e depende de votação no colegiado

atualizado 13/05/2021 22:35

carlos bolsonaroRedes Sociais/Reprodução

Os nomes do vereador carioca Carlos Bolsonaro, filho do presidente da República, e do assessor especial do Planalto Filipe Martins aparecem constantemente na CPI da Covid-19 no Senado. Nesta quinta-feira (13/5), o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) protocolou pedido para que ambos sejam convocados a depor.

A solicitação ocorre após o diretor da Pfizer no Brasil, Carlos Murillo, afirmar, também nesta quinta, que Carlos e Filipe Martins participaram de ao menos uma reunião em Brasília para tratar da negociação de vacinas contra a Covid-19.

“Carlos sequer tem cargo formal no governo federal. A CPI busca investigar, entre outros pontos, a influência de pessoas de fora do Ministério da Saúde na tomada de decisões para aquisição de insumos e vacinas”, diz Vieira no pedido, que precisa ser votado pelos membros da comissão.

Veja a íntegra do pedido:

Depoimento by Raphael Veleda on Scribd

Reação

O filho do presidente ainda não se manifestou sobre a convocação, mas reagiu, pelas redes sociais, à exploração de sua presença no entorno do pai. “A todo custo tentam impedir um filho de ficar próximo do pai. Por que se sentem tão incomodados? Sei que existem pessoas que não gostam dos seus e outros ‘forçam’ você a não gostar do seu”, escreveu ele, no Twitter.

“Só avisando aos caras que odeiam seus próprios pais, como visto na timeline, semana que vem irei visitá-lo novamente! Um abraço a todos”, completou Carlos.

0

 

Últimas notícias