Sem sonda, Bolsonaro posta foto comendo e dispara contra mídia e PSol

Presidente agradeceu orações da população e disse que se não fosse pela competência dos médicos "não estaríamos vivos"

Instagram/Reprodução

atualizado 09/02/2019 15:01

Depois de ter a sonda nasogástrica retirada devido à melhora no quadro intestinal e à boa aceitação da dieta líquida, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) publicou, por volta das 13h30 deste sábado (9/2), uma foto do seu almoço no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde está internado desde o dia 28 de janeiro, quando foi submetido a uma cirurgia no intestino.

Na mesma postagem, ele disparou contra a mídia e o PSol, partido de oposição ao qual Adelio Bispo dos Santos, que desferiu os ataques a faca contra ele durante a campanha, foi filiado. “Todos sabemos que desde a tentativa de assassinato do ex-integrante do PSOL, as maldades continuam e infelizmente são propositalmente ignoradas pela maior parte dos meios de comunicação”, disse.

“Uma pequena pausa para o almoço! Todos sabemos que desde a tentativa de assassinato do ex-integrante do PSOL, as maldades continuam e infelizmente são propositalmente ignoradas pela maior parte dos meios de comunicação. Não daremos bola para isso! Quero agradecer de verdade as orações da grande maioria da população brasileira. Se não fosse por isso e pela competência dos envolvidos nas minhas 3 cirurgias nos últimos 5 meses não estaríamos vivos. Temos certeza que juntos dos bons, em menos de dois meses já estamos mudando aos poucos os rumos de nossa amada nação! Bom sábado a todos!”

Veja a publicação:

Bolsonaro está em tratamento no Hospital onde retirou a bolsa de colostomia usada desde o atentado à faca sofrido na campanha eleitoral, no dia 6 setembro de 2018. Durante a internação, ele conduz o Executivo federal de um gabinete improvisado na antessala do quarto onde se recupera.

Na sexta-feira (8), o presidente divulgou no Twitter que começou a ingerir alimentos. De acordo com a publicação, ele tomou caldo de carne na noite de quinta-feira e comeu gelatina nesta sexta. O presidente ainda fez uma brincadeira: “Estou feliz, apesar de não ser aquele pão com leite condensado”.

“Permanece com os antibióticos e nutrição parental. Estão sendo mantidas as medidas de prevenção de trombose venosa, sendo realizados exercícios respiratórios, de fortalecimento muscular e períodos de caminhada fora do quarto”, diz o relatório médico.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) esteve no hospital para visitar o pai. No Twitter, ele garantiu que “a melhora de sua saúde é notável” e espera que siga dessa forma, sempre com uma boa evolução clínica.

Últimas notícias