“Bem e animado”, diz Carlos Bolsonaro sobre o estado de saúde do pai

A postagem no Twitter foi replicada pelo presidente, internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 28/1

atualizado 03/02/2019 14:05

Reprodução/Twitter

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) acordou bem neste domingo (3/2), de acordo com mensagem publicada pelo filho Carlos nas redes sociais. A postagem no Twitter foi replicada pelo próprio pai, internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, depois de cirurgia para retirar a bolsa de colostomia.

 

De acordo com a assessoria do Planalto, Bolsonaro descansou bem à noite e, mesmo com o uso de uma sonda, a previsão é de alta em 10 dias após a cirurgia, o que deve acontecer entre quarta e quinta-feira. Informações mais detalhadas, entretanto, devem ser divulgadas no boletim médico, por volta das 17h deste domingo.

De acordo com assessores do Planalto, Bolsonaro ainda não pode receber visitas. Nesta manhã, Michele, esposa do presidente, o acompanha.

Sábado (2), Bolsonaro usou as redes sociais para cumprimentar Davi Alcolumbre (DEM-AP) e Rodrigo Maia (DEM-RJ) pela vitória nas eleições para as presidências do Senado e da Câmara, respectivamente. Segundo o Planalto, Bolsonaro ainda não ligou para os dois.

Sobre a agenda desta semana e visitas, o Planalto informou que tudo dependerá de confirmação médica. O vice-presidente Hamilton Mourão e o Hamilton Mourão aguardam liberação para se reunirem com Bolsonaro.

De acordo com o último boletim, o chefe do Executivo teve uma recaída no sábado (2/1) e precisou uma colocar uma sonda nasogástrica, por conta de náuseas e vômitos. Os médicos informaram que o chefe do Executivo nacional está sem dor ou febre e com os exames laboratoriais normais.

Bolsonaro está internado desde o dia 28 de janeiro, quando se submeteu a nova cirurgia para a retirada da bolsa de colostomia que usava desde o atentado sofrido durante a campanha à presidência da República, em setembro do ano passado. O golpe atingiu o intestino e foi preciso colocar uma bolsa de colostomia no presidente.

O atentado ocorreu durante agenda da campanha presidencial em Juiz de Fora (MG). Adélio Bispo, responsável pelo crime, foi preso minutos depois e está detido no presídio federal de segurança máxima de Campo Grande (MS). (Com informações da Agência Estado)

Últimas notícias