Ministério da Saúde altera voos e atrasa vacinação da Covid-19 nos estados

Maranhão, Paraíba, Sergipe, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e outros quatro estados tiveram alteração no horário de recebimento da vacina

atualizado 18/01/2021 17:42

Avião da FABFábio Vieira/Metrópoles

O Ministério da Saúde alterou os horários dos voos de entregas de vacinas contra o novo coronavírus para os estados. Desta forma, várias unidades da Federaçãosó receberão os pacotes na noite desta segunda-feira (18/1), causando atraso no início da imunização.

Algumas autoridades aguardavam nos aeroportos pelos imunizantes, quando foram surpreendidos pelas mudanças, que teriam sido feitas entre a madrugada e o início da tarde desta segunda-feira (18/1). Ao menos seis locais que receberiam antes das 16h agora receberão apenas na parte da noite.

“Todo mundo foi esperar no aeroporto, e nada. A previsão era meio-dia, depois mudou para 16h. Agora já deve ser 18h. Até que descarregue, não tem como iniciar hoje. Impossível. Só devo começar amanhã”, disse o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), ao jornal Folha de S.Paulo.

0

“Não explicaram nada. Simplesmente avisaram em cima da hora. Problema de logística. Eu não fui a Guarulhos [para o evento com Pazuello]. Mas se tivesse ido, teria voltado e a vacina ainda não teria chegado”, completou.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, decidiu antecipar o início da campanha de vacinação contra o novo coronavírus para esta segunda-feira, às 17h. O motivo foi a pressão de governadores, já que o plano do governo era iniciar a campanha na próxima quarta-feira (20/1).

O Rio Grande do Sul deve receber a vacina por volta de 20h25 desta segunda, segundo a companhia Azul. Já Alagoas deve receber o imunizante às 20h50, também desta segunda, de acordo com o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres. No caso do Paraná, ainda não há notícias sobre o novo horário.

Veja os estados afetados:

  • Maranhão chegaria 12h40 e passou pra perto de 22h;
  • Paraíba era 12h15 e passou para depois das 19h;
  • Sergipe receberia 12h e agora apenas após 18h;
  • Minas Gerais passou de 15h para 18h;
  • Bahia passou das 9h para quase 22h;
  • Pará era 15h40 e mudou para 21h;
  • Pernambuco das 15h20 para após 17h.

O Metrópoles questionou o Ministério da Saúde sobre o motivo do atraso, mas ainda não obteve respostas. O espaço está aberto para atualizações.

Últimas notícias