Veja ranking da vacinação contra Covid-19 no mundo. Brasil aparece pela 1ª vez

Mais de 40 milhões de doses do imunizante contra o coronavírus já foram aplicadas. Brasil vacinou 112 pessoas no domingo (17/1)

atualizado 18/01/2021 16:55

Vacinação em SPFábio Vieira/Metrópoles

O monitoramento Our World in Data, projeto feito em parceria com a Universidade de Oxford para acompanhar o ritmo da imunização contra Covid-19 no mundo, mostra que, até o momento, cerca de 40 milhões de pessoas já receberam doses de vacinas. Nesta segunda-feira (18/1), pela primeira vez, o Brasil aparece na lista.

O país com mais doses aplicadas é os Estados Unidos: lá 12,2 milhões de pessoas já receberam doses da vacina. Em seguida, está a China (10 milhões), o Reino Unido (4,31 milhões), Israel (2,43 milhões) e os Emirados Árabes Unidos (1,88 milhões).

Israel está em primeiro no ranking proporcional de vacinação. Segundo o levantamento, o país já vacinou 24,45% da população. O plano do governo israelense é imunizar toda a população dos grupos de risco até o fim de janeiro. No domingo, autoridades penitenciárias do local começaram a imunizar os presos, incluindo os palestinos.

Cerca de 3,58% dos israelenses já receberam as duas doses do imunizante. Emirados Árabes Unidos (2,53%), Reino Unido (0,66%), Estados Unidos (0,49%) e Chile (0,03%) vêm em seguida.

Depois de Israel, Emirados Árabes Unidos (16,51%), Bahrein (8,32%), Reino Unido (5,68%) e Estados Unidos (3,2%) são os países que mais vacinaram proporcionalmente.

Vacinação no Brasil
O anúncio do início da vacinação no Brasil foi dado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, nesta segunda-feira (18/1). A previsão é que a campanha comece oficialmente a partir das 17h.

As 112 pessoas vacinadas no domingo (17/1) pelo governo de São Paulo fizeram com que o Brasil aparecesse pela primeira vez no ranking. O país está em A imunização foi possível graças ao sinal verde dado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que autorizou o uso emergencial das vacinas CoronaVac e Oxford/AstraZeneca.

0

Últimas notícias