Sai lista tríplice para substituto de Dodge na PGR

Os mais votados foram Mário Bonsaglia, Luiza Frischeisen, e Blau Dalloul. Agora, a expectativa é pela decisão do presidente Jair Bolsonaro

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 18/06/2019 21:24

O resultado da lista tríplice para assumir a Procuradoria-Geral da República saiu, nesta terça-feira (18/06/2019), um dia antes da data de entrega para o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). Os mais votados foram Mário Bonsaglia, Luiza Frischeisen e Blau Dalloul.

A líder do governo na Câmara dos Deputados, Joice Hasselmann (PSL-SP), divulgou em seu Twitter a lista dos escolhidos.

O objetivo de Fábio George, presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), que organizou a votação, é levar os três nomes nesta quarta-feira (19/06/2019) para o chefe do Executivo.

Nesta terça (18/06/2019), Bolsonaro admitiu que não descarta a possibilidade de reconduzir a atual procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ao cargo – que nem entrou na disputa por um lugar na lista. “Todo mundo pode, todos que estão dentro ou fora da lista, tudo é possível, eu vou seguir a Justiça”, esquivou-se Bolsonaro.

O presidente da República não tem obrigação de seguir os nomes escolhidos pelos procuradores. No entanto, essa se tornou uma tradição desde 2003, quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva indicou para a PGR o primeiro dentre os três mais votados.

Últimas notícias