Rolou na 5ª: coronavoucher de R$ 600; EUA batem recorde de casos

Bolsonaro voltou a defender o uso da hidroxicloroquina contra o coronavírus. Segundo o ele, a medicação “não tem efeito colateral”

atualizado 26/03/2020 22:46

Rolou nesta quinta-feira (26/03): o plenário virtual da Câmara dos Deputados aprovou o texto-base do projeto de lei 9236/17 e chancelou o pagamento de um “voucher” emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais durante a pandemia do coronavírus. Mulheres chefes de família, por sua vez, receberão duas cotas, ou seja, R$ 1,2 mil.

O valor fechado pelo relator da proposta, Marcelo Aro (PP-MG), em conversa com líderes, era de R$ 500 — acima do valor proposto inicialmente pelo Ministério da Economia, de R$ 200. Com a pressão dos parlamentares, a área econômica havia decidido aumentar para R$ 300, o que não foi aceito pelos líderes.

E de acordo com a última atualização do Ministério da Saúde, depois de um mês do primeiro paciente confirmado com coronavírus no Brasil há 2.915 casos da doença em território nacional. Há também 78 mortes decorrentes da Covid-19 registradas até o momento.

E já era previsto: os Estados Unidos se tornaram o país com mais casos de coronavírus no mundo: 82 mil pessoas já foram diagnosticadas. De acordo com o presidente do país, Donald Trump, o número aumentou por conta da quantidade de testes que estão sendo feitos.

Confira mais notícias desta quinta:

Últimas notícias