Bolsonaro: “Sou apaixonado por Caiado. Vamos continuar namorando”

Presidente minimizou críticas do governador goiano, que rompeu publicamente com Bolsonaro após divergências sobre quarentena por coronavírus

atualizado 26/03/2020 20:26

Duramente criticado pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), por ter defendido o fim da quarentena rigorosa por causa do novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não quis polemizar. Perguntado, nesta quinta-feira (26/03), sobre as declarações do agora ex-aliado, que rompeu publicamente com ele, o presidente disse que é “apaixonado” por Caiado e que eles “continuarão namorando, heteramente falando”.

“Não vou discutir, gosto do Caiado, sou apaixonado pelo Caiado. O dia que eu conversar pessoalmente com ele eu acho que tudo vai estar esquecido já e a gente vai continuar namorando, heteramente falando”, declarou o presidente.

Após o presidente pedir, em pronunciamento oficial, o fim do que chamou de “confinamento em massa”, Caiado convocou uma coletiva de imprensa para dizer que o posicionamento de Bolsonaro não seria seguido em Goiás. “Fui aliado de primeira hora, durante todo o tempo. Mas não posso admitir que venha agora um presidente lavar as mãos e responsabilizar outras pessoas por um colapso. Não faz parte da postura de governante”, disparou o governador.

Caiado, aliás, chegou a afirmar ter pensado que o pronunciamento era uma “montagem”. “Tem uma frase do ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama que faz muito sentido neste momento: Na política e na vida, a ignorância não é uma virtude!”

Últimas notícias