Presos suspeitos de matar jovem na frente da família por engano em GO

Segundo a PCGO, suspeitos estão faccionados em uma das maiores organizações criminosas do país

atualizado 02/03/2021 17:13

goias apreensao trafico de drogasDivulgação/Polícia Civil de Goiás

Goiânia – A Polícia Civil de Goiás (PCGO) desvendou nesta terça-feira (2/3) um crime que levou à morte de um homem, por engano, no município de Abadia de Goiás, na região metropolitana da capital. A vítima, de 21 anos, foi morta em fevereiro deste ano na frente da esposa e do filho de seis meses de idade. O crime teria relação com dívida de drogas de um irmão do jovem.

A ação policial nesta terça prendeu quatro pessoas, entre elas, um menor de 17 anos.

Segundo informações da corporação, no dia 11/2, três homens com idades de 27, 22 e 20 anos, além do adolescente, mataram um homem de 21 anos na frente da esposa e do filho em Abadia de Goiás. A vítima não teria envolvimento com o crime e teria sido morta, no lugar do irmão, por dívida de drogas.

Veja o vídeo:

De acordo com a PCGO, os suspeitos têm passagem por roubo, tráfico e receptação, e um deles foi preso com tornozeleira eletrônica. A polícia identificou ainda que os homens detidos estão faccionados em uma das maiores organizações criminosas do país. 

Na operação, foram cumpridos três mandados de prisão temporária, o mandado de internação provisória do menor e quatros mandados de busca e apreensão domiciliar. Também foram localizados o veículo utilizado na prática do crime, uma pistola, 67 munições, insumos usados na produção de drogas e aproximadamente R$ 5 mil em espécie.

 

Últimas notícias