Prefeitos pedem ajuda à Saúde para reforçar combate à Covid e à gripe

Representantes de mais de 2 mil de municípios enviaram ofício ao ministério em que solicitam apoio para estrutura das redes de saúde

atualizado 06/01/2022 17:03

Testagem para Covid-19 na cidade do Rio de Janeiro teve longas filas nesta quinta-feira (6/1)Aline Massuca/Metrópoles

O Consórcio Conectar, formado por prefeitas e prefeitos de todo o país, registrou ofício endereçado ao secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, solicitando auxílio para reforçar as redes de saúde em enfrentamento à Covid-19 e também à Influenza A.

O grupo pede a implementação de política de testagem adequada, como o envio de testes de antígeno e o “suporte com estruturas fixas e móveis de testagem, na forma de equipamentos ou no financiamento para a contratação de equipes temporárias”. O ofício, assinado pelo prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM-SC), representa mais de 2.100 municípios consorciados.

Além do apoio com material de testagem e contratação de equipes e estruturas, o Conectar solicita a reposição do estoque de medicamentos antigripais para combater a recente alta de casos de Influenza. O documento cita o uso do Oseltamivir (Tamiflu).

“Seria de grande valia o envio de estoques adicionais do referido medicamento ou de recursos especiais para que as cidades possam fazer a aquisição de insumos para enfrentamento desse aumento de casos”, diz o texto.

O recente aumento no número de casos de Covid e Influenza motivou a solicitação dos municípios. O Conectar destaca que os atendimentos não resultam em internações, mas geram espera por atendimentos, exames e grande volume de receita de medicamentos.

Veja o ofício encaminhado ao Ministério da Saúde:

Mais lidas
Últimas notícias