Saúde distribuirá vacinas para crianças a partir de 14 de janeiro

Ministério da Saúde prevê a chegada de 3,74 milhões de doses do imunizante da Pfizer para a faixa etária de 5 a 11 anos ainda neste mês

atualizado 05/01/2022 23:16

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anuncia durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira 5:01, a inclusão de crianças de 5 a 11 anos contra covid 19 9Igo Estrela/Metrópoles

O Ministério da Saúde informou que começará a distribuir as primeiras doses de vacina para crianças contra a Covid-19 a partir de 14 de janeiro, quando estados e municípios vão receber as primeiras doses pediátricas.

O cronograma de entrega dos inunizantes foi divulgado pelo secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz, em coletiva nesta quarta-feira (5/1). Cerca de 3,74 milhões de doses do imunizante da Pfizer para a faixa etária de 5 a 11 anos chegam ao país ainda neste mês.

Para o primeiro trimestre de 2022, a previsão é que o ministério receba 20 milhões de doses para crianças. A estimativa da pasta é de que a primeira remessa da Pfizer chegue ao Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), em 13 de janeiro.

“A partir da experiência com as doses para adultos, a previsão é de que em 24 horas possamos distribuir [as vacinas] para estados e municípios”, explicou Rodrigo Cruz.

A previsão para janeiro é da chegada de três voos, um por semana, a partir de 13 de janeiro, com 1,248 milhão de doses cada. As datas definitivas, porém, não estão fechadas pela companhia farmacêutica e podem haver pequenas variações.

Cruz disse ainda que negocia a inclusão de uma quarta carga ainda em janeiro, que totalizaria 5 milhões de doses recebidas no mês.

Inclusão de crianças no Plano de Vacinação

Ministério da Saúde voltou atrás e decidiu não determinar a obrigatoriedade de receita médica para vacinação de crianças contra a Covid-19.

Para a imunização do público, será necessário, no entanto, apresentar uma autorização dos pais. Caso o responsável não esteja presente no momento da vacinação, será cobrado um termo por escrito.

A intenção inicial do governo era exigir prescrição médica. Contudo, após a audiência pública realizada nessa terça-feira (4/1) com membros de entidades médicas, o Ministério da Saúde decidiu recuar.

O intervalo entre as doses para crianças de 5 a 11 anos estipulado pela Saúde será de oito semanas, contrariando orientação prévia da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que seria ministrar a segunda dose três semanas depois da primeira. Indivíduos nesta faixa etária podem receber o imunizante da Pfizer em dose pediátrica, de um terço da habitual, de acordo com a agência reguladora brasileira.

A vacinação da faixa etária vai começar por crianças com comorbidades.

0

Em nota, a Pfizer confirmou que as doses direcionadas à imunização da faixa etária entre 5 e 11 anos começam a ser entregues ao Ministério da Saúde a partir da semana de 10 de janeiro. Confira:

Janeiro_Posicionamento_Entrega Vacinas Pediatricas 05-01-2022 (1) by Carlos Estênio Brasilino on Scribd

Mais lidas
Últimas notícias