Testes são insatisfatórios e PSDB não tem data para retomar prévias

A votação para a escolha do candidato tucano à Presidência da República ocorreria no domingo, mas foi suspensa devido a problemas no sistema

atualizado 24/11/2021 9:56

Bruno AraújoGustavo Moreno/Metropoles

Em comunicado divulgado na manhã desta quarta-feira (24/11), o PSDB informou que os testes no sistema de votação por aplicativo, realizados pela empresa Relatasoft durante a noite, não apresentaram resultado satisfatórios para assegurar a retomada das prévias com segurança.

Diante disso, a legenda partiu para a realização de testes com nova empresa, a terceira a prestar o serviço com o objetivo de colher os votos para a escolha do candidato tucano que disputará a Presidência da República no próximo ano.

“Em relação à empresa de votação eletrônica para as prévias do PSDB, os testes realizados durante toda noite e madrugada não foram totalmente satisfatórios. Em reuniões confirmadas já para o início dessa manha, o PSDB e campanhas já programam testes com nova empresa. Outras entidades também já estão contatadas”, informou a nota.

Na noite de terça, o presidente do partido, Bruno Araújo (PE), havia manifestado a intenção de retomar a votação ainda nesta quarta, caso a empresa conseguisse resolver o problema no sistema criado pela Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs). No entanto, como a estratégia falhou, esse recomeço terá que ser adiado.

A intenção do partido é concluir a votação até o domingo (28/11), no entanto, ainda não tem data para retomar o processo.

Disputam as prévias os governadores João Doria (São Paulo) e Eduardo Leite (Rio Grande do Sul) e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio. A votação por meio de um aplicativo teve início no último domingo (21/11), mas acabou interrompida por falhas no sistema.

0

 

Mais lidas
Últimas notícias