No dia da posse, quem bombou nas redes foi Michelle Bolsonaro

Levantamento da AP Exata indica que menções positivas à primeira-dama chegaram a 65,93% no Instagram e 50,34% no Twitter

Agência Brasil

atualizado 05/01/2019 10:01

No dia em que o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), assumiu o comando do país, quem brilhou nas redes sociais foi a primeira-dama, Michelle. Na terça-feira (1º/1), entre 9h e 23h, as menções à mulher do presidente no Twitter e Instagram tiveram um alto engajamento e foram consideradas extremamente positivas por especialistas da AP Exata, que analisaram as redes sociais a pedido da Universidade do Minho, em Portugal.

Segundo o professor da instituição de ensino Sergio Denicoli, que divulgou as medições em suas redes sociais, 65,93% das referências à Michelle Bolsonaro no Instagram foram positivas. No Twitter, o percentual desse tipo de citação foi de 50,34%.

Confira: 

Os especialistas também verificaram as emoções dos internautas ao falarem sobre a primeira-dama no Instagram. Confiança e alegria foram os principais sentimentos despertados pela ceilandense, que inovou ao subir ao parlatório e discursar na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Michelle não falou, usou Libras para se comunicar especialmente com os brasileiros surdos (foto em destaque) e garantir que eles “terão voz” na nova gestão federal, sendo traduzida por uma intérprete. Foi ovacionada pelo público que acompanhava a posse na Esplanada dos Ministérios e ganhou destaque na imprensa e redes sociais.

A AP Exata, explicou o docente Sergio Denicoli, coletou tuítes publicados a partir de 145 cidades brasileiras e analisou 7.195 publicações. No Instagram, o levantamento atingiu 6.485 postagens com as hashtags #MichelleBolsonaro e #MicheleBolsonaro.

Jair Bolsonaro, contudo, também pode se orgulhar: nessa quinta-feira (3) seu Instagram atingiu a marca de 8,8 milhões de seguidores. Para se ter ideia, o perfil da apresentadora Xuxa Meneghel é seguido por 8,2 milhões de fãs, e o do ex-presidente Lula, por 745 mil pessoas.

Últimas notícias