MP do Rio investiga ex de Bolsonaro em inquérito sobre Carlos

Segundo o órgão, sete parentes de Ana Cristina Siqueira Valle foram nomeados no gabinete do vereador e filho do presidente

atualizado 05/01/2020 13:22

Carlos BolsonaroDivulgação/Câmara Municipal do Rio de Janeiro

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) investiga a ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) Ana Cristina Siqueira Valle e vai convocá-la para depor. O órgão apura supostos funcionários fantasmas no gabinete do vereador e filho do chefe do Executivo, Carlos Bolsonaro (PSC-RJ). As informações são do jornal O Globo.

Ana Cristina trabalhou como chefe de gabinete de Carlos entre 2001 e 2008. O Ministério Público do Rio investiga um possível esquema de “rachadinha” no gabinete de Carlos Bolsonaro, quando funcionários devolvem parte do salário.

De acordo com o MP, Carlos Bolsonaro nomeou sete parentes de Ana Cristina. No entanto, dois deles admitiram à revista Época que nunca trabalharam para o filho do presidente. Eles viviam em Minas Gerais. Outras pessoas são investigadas suspeitas de serem funcionários fantasmas.

Últimas notícias