Ministro da Educação usa personagem Cebolinha para ironizar China

Abraham Weintraub foi às redes sociais, neste sábado (04/04), e ironizou o modo como os chineses falam

atualizado 04/04/2020 13:37

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, usou as redes sociais, neste sábado (04/04), para ironizar China durante a crise do novo coronavírus.

“Geopolíticamente (sic), quem podeLá saiL foLtalecido, em teLmos Lelativos, dessa cLise mundial? PodeLia seL o Cebolinha? Quem são os aliados no BLasil do plano infalível do Cebolinha paLa dominaL o mundo? SeLia o Cascão ou há mais amiguinhos?”, escreveu Weintraub.

Até a publicação desta matéria, o post tinha 7 mil likes e 1,1 mil de compartilhamentos.

O ministro optou por mudar as letras – usando o personagem Cebolinha como referência – para ironizar o modo como muitos asiáticos falam português, pronunciando o “r” com o som de “l”.

Ao longa da crise do coronavírus, outros nomes ligados ao governo Bolsonaro fizeram ataques aos chineses. Um deles foi o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), que compartilhou mensagem com os dizeres: “A culpa é da China e liberdade seria a solução”.

O episódio gerou crise diplomática entre os países e fez o diplomata chinês no Brasil realizar duras críticas ao parlamentar e filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Mais lidas
Últimas notícias