FUP após Vem pra Rua anunciar que não vai a atos da esquerda: “Foda-se”

Movimento conservador afirmou que "jamais cogitou" a hipótese de participar de uma manifestação organizada pelo PT

atualizado 17/09/2021 15:36

Juca Varella/Agência Brasil

A Fundação Única dos Petroleiros (FUP) reagiu, nesta sexta-feira (17/9), à recusa do movimento Vem pra Rua em aderir aos atos organizado por partidos de oposição ao governo federal previstos para ocorrer em 2 de outubro, e que pedem o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Um sincero e grande ‘foda-se'”, publicou a entidade por meio das redes sociais.

Pelo Twitter, o grupo afirmou que “jamais cogitou” a hipótese de participar de uma manifestação, segundo o movimento, organizada pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Além do Vem pra Rua, há expectativa de que o Movimento Brasil Livre (MBL) não compareça aos protestos. O MBL, no entanto, ainda não se reuniu para discutir a possibilidade de não aderir às manifestações.

A ausência dos grupos conservadores é vista como retaliação à baixa adesão de grupos políticos de esquerda aos protestos de 12 de setembro organizados pela direita para pedir a saída de Bolsonaro do poder.

MBL e Vem pra Rua até conseguiram atrair segmentos da esquerda para o ato em São Paulo, mas o protesto esteve longe de contar com a participação de uma oposição unificada.

Últimas notícias