Feliciano sobre Santos Cruz: “Quer destruir a revolução conservadora”

Os ataques de aliados do presidente ao ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República continuam após polêmica

atualizado 06/05/2019 10:26

Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados

Os ataques ao ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, general Santos Cruz, continuam de aliados do presidente Jair Bolsonaro (PSL). O deputado Marco Feliciano (PSC-SP) enfrentou o militar em conta oficial no Twitter nesta segunda-feira (06/05/2019).

“Santos Cruz é um infiltrado que trabalha para destruir a revolução conservadora”, disse no Twitter e compartilhou a hashtag #ForaSantosCruz. O parlamentar criticou o fato de o general defender o controle das redes sociais.

O pastor afirmou, ainda, que “primeiro Santos Cruz quis mandar mais que o presidente no caso da publicidade das estatais e agora quer amordaçar o povo que elegeu o presidente”. Feliciano parabenizou Bolsonaro por “dar o segundo cartão amarelo”, no general. “Se fosse futebol já estaria expulso”, completou.

Regulamentação
Em entrevista ao Estado no mês passado, Santos Cruz afirmou que é preciso aprimorar a legislação que trata das redes sociais. Em resposta, Bolsonaro indicou que na gestão dele “a chama da democracia será mantida sem qualquer regulamentação da mídia, aí incluída as sociais”.

Últimas notícias