Dinheiro nas nádegas: senador Chico Rodrigues deixa comissão da Covid-19

O senador ocupava uma vaga de suplente no colegiado do Congresso que é responsável por acompanhar as ações do governo na pandemia

atualizado 16/10/2020 17:31

Senador Chico Rodrigues (DEM-RR) comanda sessão deliberativa remota do Senado Federal nesta terça-feira (05/05) | Foto: Waldemir Barreto/Agência SenadoFoto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Após deixar a vice-liderança do governo no Senado, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado escondendo dinheiro nas nádegas, deixou, nesta sexta-feira (16/10), a comissão mista do Congresso Nacional responsável por acompanhar os gastos com a Covid-19.

Rodrigues ocupava uma vaga de suplente na comissão pelo bloco Vanguarda, composto por DEM, PL e PSC no Senado. Segundo a assessoria do parlamentar, ofício solicitando a saída da comissão chegou nesta sexta à comissão. A vaga dele ainda não foi ocupada.

Esse colegiado é responsável por acompanhar as ações do governo na pandemia, fiscalizar a situação fiscal e a execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas à emergência de saúde pública relacionada à Covid-19.

A presença de Rodrigues nessa comissão é um dos argumentos dos partidos Rede e Cidadania na representação protocolada nesta sexta no Conselho de Ética da Casa por quebra de decoro parlamentar.

Rodrigues está na mira da Operação Desvid-19, da PF e da Controladoria-Geral da União (CGU), que investiga um esquema de desvio de cerca de R$ 20 milhões em emendas parlamentares destinados à Secretaria de Saúde de Roraima e fraude em licitações no combate da Covid-19.

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou na quinta-feira (15/10) o afastamento do senador do cargo por 90 dias.

0

Últimas notícias