CPI quer convocar diretores do Facebook e do Twitter para depor

Vice-presidente do colegiado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), apresentou requerimento nesta sexta-feira (18/6)

atualizado 18/06/2021 11:20

CPI covid senado Randolfe senadorHugo Barreto/Metrópoles

A CPI da Covid quer ouvir os diretores do Facebook e do Twitter no Brasil sobre o espaço dado ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para divulgação de informações falsas e sem sustentação científica sobre a Covid-19.

Bolsonaro afirmou, em live nessa quinta-feira (17/6), que quem já contraiu a Covid-19 está imunizado “até de forma mais eficaz” que a própria vacinação contra a doença.

“Todos que já contraíram o vírus estão vacinados. Até de forma mais eficaz que a própria vacina, porque você pegou o vírus para valer. Então, quem pegou o vírus, não se discute, está imunizado”, disse o presidente.

Randolfe afirmou que, “por muito menos, o Twitter e o Facebook baniram o senhor Donald Trump. Não se trata de censura, só não pode comprometer a vida dos brasileiros”, defendeu o senador.

“Em uma de suas lives, voltou a falar que se contaminar pelo vírus é mais eficaz que a vacina, não é a primeira vez. O senhor presidente da República tem o direito de falar a besteira que quiser, só não tem o direito de produzir o aumento desses números [de mortes] aqui”, prosseguiu.

Últimas notícias