Bolsonaro sobre acusações de Moro: “Agora o que ele falou é lei?”

Presidente afirmou ter "certeza" de que o ex-ministro não tem provas para sustentar acusações de tentativa de interferência política na PF

atualizado 28/04/2020 21:07

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta terça-feira (28/04) que “tem certeza” de que o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro não tem provas contra ele para apresentar.

A declaração de Bolsonaro foi feita no Palácio da Alvorada, no início da noite, quando o presidente cumprimentou apoiadores e conversou com a imprensa.

O presidente foi questionado se acha que Moro não tem material contra ele, ao que Bolsonaro respondeu: “Eu acho? Eu tenho certeza”.

Na última sexta-feira (24/04), o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro deixou o cargo alegando que Bolsonaro estava interferindo politicamente na Polícia Federal e queria “relatórios de inteligência” da instituição, algo que não é parte das incumbências da corporação.

Após as acusações feitas pelo ex-ministro, o procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de inquérito para investigar os fatos narrados e as declarações feitas por Moro.

“Para encerrar o caso Moro: ele que tem que provar que eu interferi, não eu que tenho que provar. Mudou agora o negócio? O que ele falou é lei? É verdade?”, indagou Bolsonaro.

Mais lidas
Últimas notícias