Bolsonaro diz que está “mais para PP ou PL” sobre escolha de partido

Presidente está sem sigla há quase dois anos. Na segunda (25/10), líder do Partido Liberal convidou o chefe do Executivo para filiação

atualizado 27/10/2021 15:37

agenda presidente jair bolsonaro Evento de lançamento do Programa Nacional de Crescimento Verde no Palácio do Planalto 6Igo Estrela/Metrópoles

Sem partido há quase dois anos, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) revelou, na manhã desta quarta-feira (27/10), em entrevista à TV Jovem Pan, que “está mais” para PP (Partido Progressista) ou PL (Partido Liberal), em relação à sigla que escolherá para integrar.

“Não penso em política, senão, não trabalho. Começo a agradar um e outro e não trabalho. Eu tenho que ter um partido de qualquer maneira. Eu não sei se vou disputar a reeleição ou não. Estou de decidindo ainda. Hoje em dia, está mais para PP ou PL”, analisou.

Segundo Bolsonaro, ele se dá bem com ambas as siglas. “Fiquei no PP uns 20 anos. A decisão passa por aí. Converso com as lideranças desses partidos que tenho interesse”, disse.

“Caso eu dispute a reeleição, tem uma bancada de federais que não vai ser minha, vai ser do partido. Tenho interesse em indicar metade dos candidatos ao Senado, pessoas perfeitamente alinhadas conosco, que vão ter uma posição conservadora, posição que realmente interesse para o destino do Brasil”, continuou Bolsonaro.

O chefe do Executivo federal confessou estar atrasado na decisão. “Mas escolha do partido é igual casamento: mesmo escolhendo tem problema. Imagina se a gente fizer de atropelo”, justificou.

Convite

Na segunda-feira (25/10), o presidente nacional do Partido Liberal (PL)Valdemar Costa Neto, divulgou um vídeo em que reitera a Bolsonaro, filhos e apoiadores o convite para filiação à sigla.

“No curso desses 36 anos de jornada, nos preparamos para um processo partidário arrojado voltado para 2022. Por esta razão, estamos reiterando o convite de filiação partidário dirigido ao presidente Jair Bolsonaro, seus filhos e fiéis seguidores da causa brasileira sob sua liderança”, disse Costa Neto, no vídeo.

O dirigente destacou que o “partido desempenhará maior protagonismo no contexto da política nacional, organizando chapa robusta pelo Senado, Assembleias Legislativas e Câmara de norte a sul do país”, além dos governos estaduais.

Mais lidas
Últimas notícias