Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Partido que filiará Moro caminhará com Bolsonaro no MT, diz deputado

Vice-líder do governo Bolsonaro na Câmara, José Medeiros afirma que filiação de Sergio Moro não deve alterar o cenário político no estado

atualizado 25/10/2021 8:29

Reprodução/Agência Senado

O deputado José Medeiros, vice-líder do governo Bolsonaro na Câmara, disse em mensagens trocadas no WhatsApp que o Podemos de Mato Grosso continuará apoiando o presidente mesmo com a filiação de Sergio Moro.

Questionado por um interlocutor sobre sair do Podemos após a filiação de Moro, Medeiros respondeu: “Não. Aqui é Bolsonaro”. Ele disse que o partido já sabe de sua posição e que concorrerá ao Senado na eleição de 2022.

À coluna Medeiros afirmou que as mensagens foram escritas por “um assessor mais afoito”, mas confirmou que a entrada de Moro não deve alterar o quadro político em seu estado.

“Eu estava viajando pelo Araguaia, sem sinal, e deixei meu celular com um dos assessores que trabalha para mim. De certa forma, ele não mentiu. O partido em Mato Grosso está encaminhado com o presidente. É por aí”, disse.

Medeiros afirmou não acreditar em retaliações. “O partido sempre soube da minha posição. Tudo sempre foi muito tranquilo, existem pessoas no Podemos que apoiam outros candidatos. Se eu quiser ser candidato ao Senado, terá de ser ao lado do Bolsonaro. Mas não vou pular no pescoço do partido, tudo será conversado”, assinalou.

Moro anunciará a filiação ao Podemos numa cerimônia marcada para o dia 10 de novembro. Há a expectativa de que o ex-juiz concorra à Presidência da República em 2022.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna