Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Político que filiou Flávio Bolsonaro perde comando do partido

Adilson Barroso tentou levar família Bolsonaro para o Patriota

atualizado 21/09/2021 17:32

Divulgação

Adilson Barroso, presidente afastado do Patriota, perdeu nesta terça-feira (21/9) todos os cargos de comando no partido que filiou Flávio Bolsonaro em maio. Barroso segue filiado à sigla, mas foi derrotado em sua tentativa de levar o clã Bolsonaro para a legenda.

Em 31 de maio, o senador Flávio Bolsonaro se filiou ao Patriota. Desde então, Barroso foi afastado da presidência do partido, com aval do Tribunal Superior Eleitoral, e tornou-se alvo do Conselho de Ética do Patriota. O próprio Barroso já admitiu que desistiu do plano de abrigar a família Bolsonaro na legenda.

Barroso seria julgado pelo irmão e a filha no Conselho de Ética. Para evitar o conflito de interesses, os dois parentes foram afastados do colegiado em julho.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna