Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Bolsonaro não se filiará ao Patriota, diz presidente afastado do partido

“Conversa encerrada”, afirma Adilson Barroso

atualizado 20/07/2021 7:04

Marcos Corrêa/PR

Adilson Barroso, presidente afastado do Patriota, admitiu que Jair Bolsonaro não concorrerá pela sigla em 2022. Em 31 de maio, Flávio Bolsonaro se filiou à legenda. Desde então, Barroso foi afastado da presidência do partido e tornou-se alvo do Conselho de Ética do Patriota.

“O presidente não tem muito tempo a perder e já deve estar tomando providências para ir para outro partido, né? Por enquanto a conversa está encerrada”, declarou. A propósito da filiação de Flávio Bolsonaro há apenas 50 dias, Barroso disse: “O Flávio pode se filiar e desfiliar até a hora que quiser. Não sei até quando ele fica”. A julgar pelas declarações de Adilson Barroso, as chances de reverter o quadro e conseguir atrair o presidente são baixíssimas.

Jair Bolsonaro está sem partido desde novembro de 2019, quando rompeu com o PSL, legenda pela qual chegou ao Planalto. No mesmo mês, lançou o Aliança pelo Brasil, mas a sigla não chegou nem perto de ser criada: os bolsonaristas validaram pouco mais de 20% das assinaturas necessárias na Justiça Eleitoral.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna